Musk faz enquete sobre volta de Trump ao Twitter

Mais de 11 milhões de usuários da plataforma já responderam

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Donald Trump, ex-presidente dos EUA, teve conta banida em janeiro de 2021 | Foto: Isac Nóbrega/PR
Donald Trump, ex-presidente dos EUA, teve conta banida em janeiro de 2021 | Foto: Isac Nóbrega/PR

O dono do Twitter, Elon Musk, postou em seu perfil uma enquete perguntando aos usuários o que achavam de restabelecer a conta de Donald Trump na plataforma. Depois de sete horas da publicação, a maioria — 52,3% — disse ser favorável ao retorno do ex-presidente norte-americano.

Embora, no começo da enquete, o número de pessoas favoráveis a Trump fosse muito maior, de cerca de 80%. Durante as cerca de 15 horas nas quais a enquete está no ar, cerca de 12 milhões de pessoas já votaram.

Depois de sete horas da publicação, um usuário escreveu que “os bots esquerdistas que não querem liberdade de expressão estão começando a atacar a enquete! Costumava estar em 80% apoiando o restabelecimento de suas contas, mas agora está em 52%. Por favor, pare com esses bots e salve a liberdade de expressão!”

-Publicidade-

Musk respondeu o usuário afirmando que o “ataque do bot é impressionante de se ver!” Horas depois, fez uma nova postagem. 

Horas depois, fez outro tuíte: “Os exércitos de bots e trolls podem perder força em breve. Algumas lições interessantes para limpar pesquisas futuras”, escreveu o bilionário.

Cancelamento de Trump

Trump foi banido permanentemente do Twitter em 8 de janeiro de 2021, dois dias depois que apoiadores do Partido Republicano invadiram o Congresso dos Estados Unidos. A plataforma justificou o banimento afirmando que houve análise criteriosa dos tuítes de Trump e que constatou “risco de mais incitações à violência”. Trump, que apontou a existência de fraude nas eleições norte-americanas em favor de Joe Biden, também teve as contas suspensas em outras redes sociais.

Na sexta-feira 18, Musk anunciou o retorno de algumas contas anteriormente banidas, como as do psicólogo clínico Jordan Peterson, da comediante Kathy Griffin e do portal de notícias e sátira conservadora The Babylon Bee.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.