Na China, minorias são submetidas à extração forçada de órgãos

Denúncia feita pela ONU revela que os procedimentos também têm como alvo uigures, tibetanos, muçulmanos e cristãos
-Publicidade-
O secretário-geral do PCC, Xi Jinping
O secretário-geral do PCC, Xi Jinping | Foto: Paul Kagame/Flickr

Corações, rins, fígados e córneas. Esses são os órgãos mais extraídos de prisioneiros do Partido Comunista da China (PCC), com a finalidade de vender no mercado negro. É o que revelou denúncia feita pela Organização das Nações Unidas (ONU), baseada em depoimentos de testemunhas da barbárie.

“As extrações forçadas de órgãos parecem ter como alvo representantes de minorias étnicas, linguísticas, ou religiosas, que estão detidos muitas vezes sem serem informados sobre os motivos de sua prisão, ou sem um mandado de prisão”, informaram especialistas da ONU, em nota conjunta, emitida na segunda-feira 14.

O documento da ONU lança luz sobre uma rede organizada que atua na área. “Essa forma de tráfico médico envolve profissionais da área da saúde, inclusive cirurgiões, anestesistas e outros especialistas médicos”, salienta a papelada, ao mencionar que as remoções também têm como alvo uigures, tibetanos, muçulmanos e cristãos detidos no país asiático.

-Publicidade-

Em comunicado, o PCC negou as acusações de extração forçada de órgãos de presos políticos, prática que teria sido extinta em 2015 por Pequim. Durante décadas, a maioria dos procedimentos cirúrgicos envolveu condenados à morte ou presos já mortos, muitas vezes sem o consentimento das famílias.

Leia também: “O jogo do gigante”, reportagem publicada na Edição 58 da Revista Oeste

Com informações da AFP

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site