Não vacinados devem pagar pelo tratamento, sugere chefe de hospitais de Paris

Uma hashtag no Twitter pedindo a cabeça de Martin Hirsch por causa da declaração ficou entre as mais lidas da rede social
-Publicidade-
Torre Eiffel e a vista panorâmica de Paris | Foto: Shutterstock
Torre Eiffel e a vista panorâmica de Paris | Foto: Shutterstock

Os não vacinados contra o novo coronavírus têm de pagar por tratamentos de saúde públicos. É o que sugeriu Martin Hirsch, chefe do sistema hospitalar de Paris em uma entrevista, informou nesta sexta-feira, 28, o site France 24.

Atualmente, no “SUS” da França, todos que vão para a terapia intensiva têm cobertura total para seu tratamento médico, cujo preço é de cerca de € 3 mil (R$ 18 mil) por dia e, normalmente, dura de uma semana a dez dias.

Conforme declarou Hirsch, os custos de saúde estão aumentando muito rápido na França, e o “comportamento irresponsável” de não vacinados não tem de comprometer a disponibilidade do sistema para o restante das pessoas.

-Publicidade-

“Quando medicamentos gratuitos e eficientes estão disponíveis, as pessoas deveriam poder renunciar-lhes sem consequências, enquanto lutamos para cuidar de outros pacientes?”, interpelou Hirsch, durante uma entrevista.

Candidata às eleições presidenciais de abril, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, disse discordar da proposta de Hirsch. No Twitter da França, uma hashtag pedindo a demissão do médico ficou entre os assuntos mais comentados.

A fala de Hirsch não foi comentada pelo ministro da Saúde, Olivier Veran.

Leia também: “O tabu sobre as vacinas”, reportagem publicada na Edição 96 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Creio q os contribuintes já pagam pelo serviço… E o direito de escolha não pode ser ignorado e nem justifica uma bitributação.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.