No Mercosul, Bolsonaro exalta livre mercado e pede defesa da democracia

Presidente também fez um apelo para que os líderes do bloco agilizem, ainda neste semestre, os acordos de livre comércio com a União Europeia
-Publicidade-
O presidente Jair Bolsonaro na Cúpula do Mercosul | Foto: ALAN SANTOS/PR
O presidente Jair Bolsonaro na Cúpula do Mercosul | Foto: ALAN SANTOS/PR | O presidente Jair Bolsonaro na Cúpula do Mercosul | Foto: ALAN SANTOS/PR

Presidente também fez um apelo para que os líderes do bloco agilizem, ainda neste semestre, os acordos de livre comércio com a União Europeia

no mercosul
O presidente Jair Bolsonaro na Cúpula do Mercosul | Foto: ALAN SANTOS/PR

Na 56ª Cúpula do Mercosul, realizada na manhã de hoje, o presidente Jair Bolsonaro reafirmou que seu governo tem como prioridade dar eficiência ao Estado. Aliado a isso, tornar dinâmica a economia brasileira.

-Publicidade-

Como exemplo, mencionou a aprovação da reforma da Previdência e a modernização da infraestrutura. Na semana passada, o Senado Federal aprovou o marco do saneamento básico.

Além disso, o presidente pediu para que os líderes do bloco agilizem, ainda neste semestre, os acordos de livre comércio com a União Europeia (UE) e o EFTA (bloco formado por Islândia, Suíça, Noruega e Liechtenstein).

Bolsonaro também manifestou preocupação com os rumos da Venezuela, governada pelo ditador Nicolás Maduro. E fez um apelo: “Continuemos todos a defender de modo incansável o compromisso do Mercosul com a democracia”.

Sob nova direção

A partir de hoje, a presidência do Mercosul ficará nas mãos do presidente do Uruguai, Lacalle Pou. Assim sendo, por seis meses. Ele defendeu que o bloco se aproxime dos Estados Unidos e da China. Mas sem entrar em brigas comerciais.

“Não podemos cair na falsa dicotomia de estarmos mais perto de um ou de outro. Os países que triunfaram no desenvolvimento estavam perto dos dois”, observou o presidente uruguaio.

Em sintonia com o Brasil, Lacalle Pou também defendeu a ratificação dos acordos de livre comércio com a UE e EFTA, assinados pelo Mercosul no ano passado.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro