Nova Zelândia decreta fim do isolamento social

Os cidadãos podem voltar ao trabalho e a retomar suas atividades diárias; o país não apresenta novos casos de coronavírus há 17 dias
-Publicidade-
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern | Foto: ULYSSE BELLIER/FLICKR
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern | Foto: ULYSSE BELLIER/FLICKR | A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern | Foto: ULYSSE BELLIER/FLICKR

Os cidadãos podem voltar ao trabalho e a retomar suas atividades diárias; o país não apresenta novos casos de coronavírus há 17 dias

Nova Zelândia
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern | Foto: ULYSSE BELLIER/FLICKR
-Publicidade-

A partir da meia-noite de terça-feira 9, a Nova Zelândia volta à normalidade depois de enfrentar o vírus chinês. É o que anunciou ontem a primeira-ministra do país, Jacinda Ardern.

O governo decidiu reduzir drasticamente o isolamento social. Em síntese, os cidadãos podem voltar ao trabalho e a retomar suas atividades diárias. O país não apresenta sinais da covid-19 há 17 dias.

“Hoje, 75 dias depois de declarar o nível mais alto de alerta, estamos prontos para um retorno à normalidade”, declarou a Ardern numa entrevista coletiva. A Nova Zelândia registra 1.154 casos confirmados, 1.132 recuperados e 22 mortes.

Leia também: Governo da Nova Zelândia determina redução salarial de ministros

Entre as políticas bem-sucedidas adotadas pela premiê está o fechamento das fronteiras a estrangeiros, que deve continuar apesar dos resultados positivos. O país vive numa ‘bolha’ desde 13 de março.

Além disso, Jacinda implementou no país a política de testagem e rastreamento de casos. A partir de agora, o seu governo vai canalizar esforços em recuperar a economia destroçada, que depende sobretudo do turismo.

Sendo assim, o assunto está entre os mais comentados do Twitter no Brasil, ao obter 28 mil engajamentos.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.