Revista Oeste - Eleições 2022

Novas sanções dos EUA atingem bancos e filhas de Putin

Parentes do presidente russo foram excluídos do sistema financeiro norte-americano em retaliação por invasão da Ucrânia
-Publicidade-
Episódio de Bucha foi mencionado em novo pacote de sanções imposto à Rússia
Episódio de Bucha foi mencionado em novo pacote de sanções imposto à Rússia | Foto: Reprodução/Twitter

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira, 6, um novo pacote de sanções financeiras à Rússia, como parte da retaliação pela invasão da Ucrânia. As medidas foram tomadas em alinhamento com a União Europeia e o G7, o grupo dos países mais industrializados do mundo.

Em comunicado, o governo norte-americano manifestou a decisão de impor “severas e imediatas sanções econômicas ao regime de Putin pelas atrocidades na Ucrânia, incluindo Bucha”, citando o recente episódio do massacre civil na cidade, a 60 quilômetros da capital, Kiev.

Entre as sanções anunciadas nesta quarta-feira, foram incluídos dois grandes bancos russos, Sberbank e Alfa Bank, que tiveram suas operações totalmente bloqueadas no sistema financeiro norte-americano — o Alfa Bank é o maior banco privado da Rússia.

O pacote de sanções também atingiu duas das filhas do presidente russo Vladimir Putin. Mariya Putina e Katerina Tikhonova foram cortadas do sistema financeiro dos Estados Unidos, com a preocupação de terem os nomes usados para movimentações internacionais que eventualmente beneficiem o pai.

Pelas novas determinações, qualquer cidadão norte-americano fica impedido de realizar investimentos na Rússia. A rodada de sanções incluiu ainda uma série de indivíduos classificados como membros da elite financeira russa, contando com o ex-presidente Dmitry Medvedev e a família de Sergey Lavrov, atual ministro das Relações Exteriores do país.

“Esses indivíduos enriqueceram à custa do povo russo. Alguns deles são responsáveis por fornecer o apoio necessário para sustentar a guerra de Putin contra a Ucrânia. Essa ação os separa do sistema financeiro norte-americano e congela todos os ativos que eles detêm nos Estados Unidos”, manifestou a Casa Branca, em comunicado.

A expectativa é que o pacote de sanções norte-americano seja seguido nesta semana por um novo anúncio da União Europeia no mesmo tom.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.