Novo presidente do Peru nomeia simpatizante de terrorismo como primeiro-ministro

Já se fala em impeachment de Pedro Castillo nos círculos políticos peruanos
-Publicidade-
Pedro Castillo faz juramento durante posse como presidente do Peru | Foto: Divulgação/Mídias Sociais
Pedro Castillo faz juramento durante posse como presidente do Peru | Foto: Divulgação/Mídias Sociais

O novo presidente peruano, Pedro Castillo, provocou uma crise logo no seu primeiro dia de governo. Ele nomeou para primeiro-ministro Guido Bellido, um deputado simpatizante do grupo terrorista Sendero Luminoso, que matou mais de 70 mil pessoas nas décadas de 1980 e 1990.

Quem esperava algum gesto de moderação de Castillo, ficou chocado. Segundo declaração ao jornal Financial Times, o consultor de risco político Rodolfo Rojas classificou a decisão do novo presidente um “desastre”. “Em 24 horas, o capital político de Castillo virou fumaça”, disse Rojas. “Você simplesmente não pode tocar no nome do Sendero Luminoso no Peru. Foi uma seita terrorista sangrenta e suas ações estão absorvidas na psicologia dos peruanos”.

“Como pensa Pedro Castillo, o autoproclamado presidente do Peru” 

-Publicidade-

“A decisão de nomear Bellido como primeiro-ministro foi politicamente estúpida”, avaliou a cientista política Paula Muñoz. “Foi desnecessariamente beligerante num momento em que o país precisa realmente de um mínimo de governabilidade em seguida a uma eleição tão polarizada”.

Impactos na economia e na política

Em reação à notícia, a moeda nacional Sol desabou  12% frente ao dólar e a bolsa caiu 6%. Castillo nomeou também dois ex-guerrilheiros como ministro do Exterior e como ministro das Minas e Energia. Jornalistas foram proibidos de entrar no teatro onde os ministros tomaram posse.

O partido de Pedro Castillo, Peru Libre, de tendência marxista-leninista, tem apenas 37 das 130 cadeiras do parlamento. Suas decisões iniciais afastaram os políticos da esquerda moderada e já se fala em impeachment. A legislação peruana facilita o afastamento de presidentes, e dois deles já foram retirados do cargo nos últimos 3 anos.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários

  1. A estupidez esquerdopata realmente não tem limites – o Peru era, até há pouco, considerado um dos países mais promissores da AL após ter seguido o caminho originalmente liberal do Chile – mas assim como nos EUA, as acéfalas decisões dos marxistas não tardam a destruir o país; em um dia de governo o cara já arrebenta com a credibilidade do lugar.

  2. A esquerda é assim. Nada de diferente. É destruição em massa. Começa com estas indicações. Mas não só ministros do executivo mas também do judiciário, nas forças armadas etc…. assim foi na Venezuela, assim foi o que fez o PT no judiciário, assim o PT tentou e conseguiu no legislativo, e honestamente é por conta do governos militares que o PT não conseguiu se infiltrar lá…. mas a votação do PT pode ser o derradeiro

  3. Vai destruir o país, depois dobrar a aposta, o paredon é logo ali na esquina, tenho pena dos países do leste europeu que foram invadidos pelos soviéticos com a desculpa de os libertar, mas estes países da América latina, estão se destruindo por opção, então que se danem, lá na frente quando quiserem se refugiar no Brasil, que sejam impedidos pois devem pagar o preço de suas insanidades.

  4. Eu já disse isso aqui neste espaço, esta é a terceira vez que repito e da primeira vez, fui muito criticado ao dizer que elegeram mais um índio cocaleiro e comunista e quando disse que os argentinos europeus socialistas que são, por terem dado com os costados neste continente em barcos de madeira, os peruanos como índios, saíram da selva ou do decadente império Inca, me chamaram de preconceituoso, etc… Olha aí o resultado. Estava eu certo ou não?

  5. Que sirva de exemplo para os “isentões” do nosso país, votem no certo caso contrário a Esquerda voltará, depois seremos mais um país estuprado pela Esquerda.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro