O ‘buraco’ no espaço aéreo da Ucrânia

Aplicativo mostra a região em conflito que nenhum avião está sobrevoando
-Publicidade-
Foto: reprodução Flight Radar24
Foto: reprodução Flight Radar24

O aplicativo de tráfego aéreo FlightRadar24 mostra claramente o “buraco” no tráfego aéreo causado pela invasão russa na Ucrânia. O único avião identificado na área é um Ilyushin Il-76MD, da Força Aérea russa, que saiu de Moscou e aparentemente se dirige a alguma base ou aeroporto na República da Geórgia. Um Boeing C-17A Globemaster, da Força Aérea norte-americana, também usado para transporte, saiu da base de Ramstein, na Alemanha, e se dirige para a fronteira com a Ucrânia. O avião, identificado pelo código RCH226, retorna antes de entrar no espaço ucraniano, provavelmente em voo de reconhecimento.

Foto: reprodução FlightRadar24

O quadro de partidas e chegadas do Aeroporto Internacional de Kiev, capital da Ucrânia, dá como confirmados alguns voos de companhias internacionais para Amsterdã, Munique, Barcelona e Istambul:

-Publicidade-
Foto: reprodução FlightRadar24

Já o aeroporto internacional mais importante de Moscou, o Sheremetyevo, registra apenas voos domésticos, especialmente da companhia estatal Aeroflot. Empresas como a KLM cancelaram seus voos. As únicas ligações internacionais confirmadas ligam a capital russa a Pequim, Doha e outras cidades da Ásia.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.