O patrulhamento ideológico tomou conta das universidades

É o que argumenta Frank Furedi, em artigo publicado na Edição 81 da Revista Oeste
-Publicidade-
O patrulhamento ideológico tomou conta das universidades
O patrulhamento ideológico tomou conta das universidades | Foto: Revista Oeste/Shutterstock

Em artigo publicado na Edição 81 da Revista Oeste, Frank Furedi afirma que a patrulha das ideias tomou conta das universidades britânicas. Segundo o colunista, as instituições de ensino superior do Reino Unido consideram que seu papel é doutrinar os alunos, e não mais lhes ensinar a pensar.

Leia um trecho

“As universidades costumavam reconhecer que sua missão era ensinar os estudantes a pensar, em vez de instruí-los sobre o que pensar. Hoje em dia, elas parecem ter esquecido essa distinção. Na verdade, as universidades parecem considerar que seu papel é doutrinar os alunos com ideias de culpa branca ou privilégio branco. Em vez de chamar isso de ensino superior, vamos pensar em reeducação superior.

-Publicidade-

Em muitos casos, os novos estudantes universitários têm pouca escolha além de participar dos chamados treinamentos, que tentam modificar seus comportamentos supostamente maus. Na Universidade de Kent, por exemplo, o corpo discente teve de fazer um ‘curso de diversidade’, que argumenta que usar roupas de segunda mão e falar palavrões podem ser exemplos de ‘privilégio branco’. A disseminação de ideias tão frívolas está aliada ao projeto de fazer os estudantes se sentirem culpados por ser brancos.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 81 da Revista Oeste vai além do artigo de Frank Furedi sobre o patrulhamento ideológico nas universidades britânicas. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J.R. Guzzo, Augusto Nunes, Dagomir Marquezi, Rodrigo Constantino, Guilherme Fiuza, Ana Paula Henkel, Silvio Navarro, Guilherme Lopes, Mônica Gailewitch, Ana Paula Henkel, Alan Ghani, Evaristo de Miranda, Deonísio da Silva e Edilson Salgueiro.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Acaba que na contra ✋ de tudo o que capto mos últimos tempos, principalmente aqui na terrinha, por não assimilar uma pataca desse embroglio, é certo que vou radicalizando à direita, mesmo sem esta intenção pois o que está dentro aqui, os princípios conservadores de família, a leveza do ser, como consigo arrancar?
    Não ligo mais a TV aberta, não entro nas livrarias com viés ideológico, não frequento locais com TV no ambiente, teatros e cinema brasileiros nem pensar!!!
    Virei-me ser de outro planeta. Há, dos 11 irmãos vivos, com dois bem enviesado à esquerda, a quanto tempo não me comunico?
    Veremos o q vai dar tudo isto.

  2. A que nível de idiotização chegou parte da humanidade por conta da criminosa cooptação realizada pelos doentes e corruptos de esquerda!!!
    A culpa certamente não é dos adultos que desde criança foram sendo manipulados nesse sentido, nem mesmo daqueles que foram chantageados, obrigados, que sofreram algum tipo de coerção para agir a favor dos meliantes esquerdistas e megacapitalistas corruptos.
    A culpa é nossa, que deixamos isso ir acontecendo anos pós anos, embora debaixo de nosso nariz, e nada fizemos por medo do enfrentamento ou simplesmente nos omitimos por puro comodismo.
    Agora lutemos o tanto que não brigamos, e até mesmo mais um pouco, já que o que não deveria ter acontecido, aconteceu!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.