-Publicidade-

OMS não visita Wuhan e põe em xeque investigação sobre origem da pandemia

Governos ocidentais questionam o compromisso da China em encontrar a fonte da doença que já matou 800 mil pessoas
Reunião da OMS | Foto: Reprodução
Reunião da OMS | Foto: Reprodução

Governos ocidentais questionam o compromisso da China em encontrar a fonte da doença que já matou 800 mil pessoas

OMS
Reunião da OMS | Foto: Reprodução

Uma equipe da Organização Mundial da Saúde encarregada de investigar as origens do coronavírus não visitou a cidade de Wuhan, onde a pandemia começou, alimentando a preocupação sobre o real compromisso da China em identificar o início do surto.

Ao jornal Financial Times, a OMS disse que a equipe estava apenas preparando as bases para uma missão internacional completa para investigar o vírus, mas também não sabia se essa força-tarefa maior visitaria Wuhan.

“A delegação da OMS ficou em Pequim por três semanas e não chegou nem perto de Wuhan”, disse um alto funcionário dos EUA à publicação.

Dave Sharma, um parlamentar do governo australiano, disse: “A comunidade internacional está certa em ter sérias preocupações sobre o rigor e a independência da resposta inicial da OMS a esta pandemia e seu aparente desejo de evitar ofender a China”.

“Se esta alegação for comprovada, é mais um incidente preocupante da OMS – que é responsável por salvaguardar a saúde pública global – colocando as sensibilidades políticas de um Estado membro acima dos interesses de saúde pública do mundo, nos estágios iniciais críticos desta pandemia . Todos nós estamos arcando com os custos imensos de tal política.

Em maio, o presidente Donald Trump encerrou os laços dos Estados Unidos com a OMS , que ele disse estar sob o “controle total” de Pequim.

O Ministério das Relações Exteriores da China disse nesta quarta-feira, 26, que as preocupações sobre a credibilidade do inquérito eram “totalmente injustificadas”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês