ONU vê indícios de que Coreia do Norte reiniciou reator nuclear

Agência Internacional de Energia Atômica classificou informação como 'altamente preocupante'
-Publicidade-
Reator nuclear de Yongbyon teria sido reiniciado pelo regime do ditador Kim Jong-un
Reator nuclear de Yongbyon teria sido reiniciado pelo regime do ditador Kim Jong-un | Foto: Divulgacão / GeoEye Satellite Image

A Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea), ligada à Organização das Nações (ONU), emitiu nesta segunda-feira, 30, um alerta a respeito do programa nuclear da Coreia do Norte. Segundo o órgão, o regime do ditador Kim Jong-un pode ter reiniciado o reator nuclear de Yongbyon.

“Desde o início de julho, há indícios, incluindo a descarga de água de resfriamento, consistentes com o funcionamento do reator”, informou a agência em seu relatório anual, registra a France-Presse. De acordo com a Aiea, trata-se de uma informação “altamente preocupante” e que indicaria uma expansão do programa armamentista norte-coreano.

Leia mais: “Elite comunista da Coreia do Norte quer fim do bloqueio ao conhaque”

-Publicidade-

Em 2019, Kim Jong-un chegou a admitir o fechamento de parte do complexo de Yongbyon, durante reunião com o então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desde que fossem derrubadas sanções econômicas impostas à Coreia do Norte. A oferta foi rejeitada.

Leia também: “Irmã de ditador da Coreia do Norte ameaça Seul”

Ainda segundo o relatório da agência, o reator parecia inativo desde 2018, mas há sinais de que teria sido reiniciado recentemente, o que configuraria “clara violação” das resoluções da ONU.

Leia também: “Coreias do Sul e do Norte restabelecem comunicação após mais de um ano”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro