Otan se manifesta contra violações de direitos humanos no Afeganistão

Talibã voltou ao controle do país depois de o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ordenar a retirada de militares norte-americanos
-Publicidade-
Sede da Otan, em Bruxelas, na Bélgica | Foto: Divulgação/Otan/Flickr
Sede da Otan, em Bruxelas, na Bélgica | Foto: Divulgação/Otan/Flickr

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, condenou nesta terça-feira, 17, os abusos cometidos pelo grupo extremista Talibã, no Afeganistão. O ajuntamento de radicais tomou conta do país depois da retirada das tropas norte-americanas por ordens do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Segundo Stoltenberg, o órgão está reunido para discutir saídas que ajudem a amenizar a crise no país oriental.

-Publicidade-

“Os aliados da Otan estão profundamente preocupados com os altos níveis de violência causados pela ofensiva do Talibã, incluindo ataques a civis, assassinatos seletivos, entre outros”, informou Stoltenberg, em nota emitida na manhã de hoje. “O Talibã precisa entender que não será reconhecido pela comunidade internacional, se tomar o país à força”, acrescentou o diplomata. “Nosso objetivo continua sendo apoiar o governo e as forças afegãs.”

Stoltenberg antecipou que os membros da Otan defendem manter representações diplomáticas na capital Cabul, de modo a prestar assistência a vítimas de violações de direitos humanos, bem como negociar com o próximo governo. “Continuaremos a nos ajustar conforme necessário”, ressaltou Stoltenberg, no documento. Segundo noticiou a Revista Oeste, Biden dobrou a aposta e disse não se arrepender de ter retirado os militares do Afeganistão.

Leia também: “A tragédia do Afeganistão envergonha o Ocidente”, artigo publicado na Edição 73 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro