Pais se manifestam contra ‘agenda LGBT+’ da Disney e ameaçam boicote

Centenas de famílias fizeram protesto nos Estados Unidos
-Publicidade-
Ato em frente ao parque da Disney em Anaheim, na Califórnia - 13/04/2022 | Foto: Reprodução/Twitter
Ato em frente ao parque da Disney em Anaheim, na Califórnia - 13/04/2022 | Foto: Reprodução/Twitter

Na noite da quarta-feira 13, centenas de pais e ativistas conservadores protestaram contra os mais recentes posicionamentos da Disney em prol do movimento LGBT+. As demandas dos manifestantes incluem “o fim da doutrinação sexual de crianças, sob pena de boicote aos produtos da empresa”.

Organizado pelo grupo cristão Hold the Line, o protesto ocorreu no parque da Disney em Anaheim, na Califórnia, a 43 minutos de Los Angeles. Os organizadores garantem ter reunido 50 mil assinaturas para uma petição exigindo que a Disney “pare de tentar doutrinar crianças”. Um ex-funcionário da empresa também se manifestou contra a guinada política da empresa:

Guinada da Disney à esquerda

Conforme noticiou Oeste, vídeos internos vazados recentemente mostram executivos da empresa falando abertamente sobre os planos da companhia de incorporar a ideologia LGBT+ nos conteúdos do gigante de entretenimento.

Em um deles, o CEO Bob Chapek, prometeu continuar lutando contra a lei que barrou a ideologia de gênero nas escolas da Flórida. De acordo com Chapek, a empresa vai trabalhar para que a medida seja revogada. Ele também prometeu combater legislações semelhantes em outros Estados dos EUA.

A guinada da campanhia à esquerda ficou clara depois do posicionamento público de Abigail Disney, herdeira da empresa. Ao atacar a “direita” e “conservadores”, ela defendeu que a empresa deixe de ser “neutra”.

Leia também: “A tirania do cancelamento foi longe demais”, artigo publicado por Dagomir Marquezi na Edição 81 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

16 comentários Ver comentários

  1. Aqui como lá essa cambada quer as coisas de mão beijada. Conquistar não! Exigem tudo, empurram suas idéias e ações. Precisam de limites!

  2. E preciso está atento, uma minoria porém com alguns controles de mídia ainda em posse, pulverizando o mundo com suas ideologias no sentido contrário, a deformação dos sentidos das famílias, e bons costumes, jamais.

  3. Foi o que disse aqui outro dia…com a palavra as famílias que levam seus filhos à Disney….. à manter esse posicionamento a herdeira vai desmontar o império herdado em pouco tempo.

  4. Qualquer pessoa de bom senso sabe que essa tentativa de implantar a agenda da extrema esquerda na companhia nunca seria aceita pelo seu fundador Walt Disney. Além do mais, tal decisão vai certamente levar a empresa à falência, já que a sociedade americana e internacional nunca vai aceitar que seus filhos sejam doutrinados nessas teorias falsas e antinaturais. A extrema esquerda perderá essa batalha e acelerará sua derrota nessa guerra pelo futuro da Humanidade.

  5. Criança, fui apresentado ao mundo Disney em 1953, numa sessão de cinema à tarde -era chamada matinée-, ao assistir a ‘Branca de Neve os Sete Anões’. Depois, vi outros desenhos animados Disney. Adulto, revi alguns. Foi muito importante para meu divertimento infantil, da mesma forma que o foi a leitura da obra de Monteiro Lobato para crianças.
    Hoje -e já de anos-, temos isso. E mais isso, mais isso e tudo isso em acréscimo… Ainda bem que aproveitei e me diverti quando criança. Levarei na memória minha feliz impressão infantil.
    THE END

  6. Herdeiros, e qualquer um que possua de forma desproporcional ao seu merecimento sempre preferem professar a mágica “justiça social”, ou “a revolução” do que simplesmente fazer de fato alguma coisa com as fortunas que já possuem. Ser generoso com o dinheiro alheio é sempre mais conveniente.

  7. Em breve, Mais um clássico exemplo do: Quem lacra, não lucra!

    Os ossos de Walt Disney se chacoalham no túmulo vendo o caminho desastroso ao qual a neta, por se identificar com ideologias e apologias, está levando a companhia tradicional que participou da construção moral de tantos cidadãos por todo planeta…

  8. Deveria ter uma manifestação dessa no Brasil. Na minha opinião deveríamos encarar as pessoas como cidadãos e cidadãns detentores de direitos e deveres.
    Respeitar as diferenças e fundamental em uma democracia, mas impor e doutrinar crianças em formação é um desrespeito à própria criança.

  9. Verdadeiro absurdo, um tiro no pé de uma cia que sempre vendeu e produziu conteúdo pra crianças, qual será o objetivo perverso por trás disso? Como podem não se indignar com isso? O que querem das nossas crianças é quase um ato de pedofilia.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.