Porta-voz da Casa Branca quase elege Juan Guaidó presidente do Brasil

Indagada sobre as exigências do governo brasileiro para participar da Cúpula das Américas, Karine Jean-Pierre respondeu sobre a Venezuela
-Publicidade-
Jair Bolsonaro e Juan Guaidó, lado a lado
Jair Bolsonaro e Juan Guaidó, lado a lado | Foto: Reprodução/Flick

Durante entrevista coletiva realizada na terça-feira 7, um repórter norte-americano perguntou à porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, quais foram as exigências do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL), para participar de um encontro com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, na Cúpula das Américas. A resposta: “Os EUA continuam a reconhecer Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela”.

Assista ao vídeo, com a tradução no corpo do texto

 

— Sobre a reunião do presidente [Biden] com a presidente Bolsonaro, do Brasil, a Associated Press reporta que o governo brasileiro queria concessões do presidente Biden, para que na reunião na Cúpula das Américas não sejam citadas dúvidas de Bolsonaro sobre o sistema eletrônico de votação brasileiro nem sobre as preocupações ambientais em relação à Amazônia. Você pode confirmar isso?

— Não posso confirmar essa informação. O presidente [Biden] sairá amanhã para se dirigir ao encontro que estamos promovendo. Posso dizer isto: Os Estados Unidos continuam a reconhecer Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela. Dito isso, apesar de o governo interino não ter sido convidado para o evento principal, seus representantes são bem-vindos a participar dos três fóruns de participantes e de outros eventos.

Além de Guaidó

Em abril, o deputado federal e pré-candidato ao Palácio do Planalto André Janones (Avante-MG) disse que Emmanuel Macron é o presidente da Argentina. No entanto, o nome citado se refere ao chefe do Executivo da França. O presidente da Argentina é Alberto Fernández, que assumiu o governo em dezembro de 2019.

A história começou quando Janones foi interpelado pelo jornalista Roberto D’Ávila, da Globonews. “Eu não tenho uma análise profunda sobre a Argentina”, disse Janones. Em seguida, D’Ávila pergunta se o deputado sabe quem é o presidente daquele país. Janones responde que sim. Depois de alguns segundos calado, cita Macron.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

10 comentários Ver comentários

  1. Não me surpreende em nada, esses são os que acham que no Brasil se fala espanhol e que o Bolsonaro quer dar um golpe na democracia para ser reeleito 🙄

  2. Quando atacam a nossa política ambiental o nível de conhecimento é o mesmo dessa porta voz da Casa Branca.Onde ela viu Guaidó,eles veem girafas,tigres e leões sendo consumidos pelo fogo.

  3. Os Jornalistas das redes tradicionais estão passando por um surto de negação da realidade, assim como se abate sobre os políticos, ou será cinismo mesmo?

  4. Não é de hoje que o tal Primeiro Mundo não sabe que a América do Sul faz parte das Américas. Depois, é fácil, pedir desculpas. Mas é imperdoável um país dito “Primeiro Mundo” não fazer o dever de casa. Depois disso, o que esperar do Sr. Fracote (Biden)?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.