Pós-Brexit: Irlandas são centro de conflito entre Reino Unido e UE

Boris Johnson diz que a situação está 'insustentável' e a Comissão Europeia 'deve levar a sério as considerações propostas'
-Publicidade-
Primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson e Ursula Von der Leyen, presidente da Comissão Europeia | Foto: Reprodução/Latercera

O Reino Unido e a União Europeia discutem a situação comercial com a República da Irlanda e a Irlanda do Norte, depois do acordo do Brexit [processo de saída do Reino Unido do bloco europeu]. De um lado o primeiro-ministro Boris Johnson pede uma alteração do tratado, do outro, a Comissão Europeia não quer nenhum outro acordo.

As duas Irlandas passaram por um período de conflito e vivem de maneira praticamente pacífica desde 1998, por conta dessa situação, o Brexit determinou uma série de medidas de exportação e importação específicas para que o comércio não provocasse uma nova guerra entre os dois países.

Leia mais: “Reino Unido suspende medidas restritivas contra a covid-19”

-Publicidade-

Como a Irlanda do Norte ainda faz parte do Reino Unido e a outra é um Estado-membro da União Europeia, o texto do acordo trouxe um chamado “Protocolo Ulster” que indica a manutenção do mercado único com o bloco, mas a imposição de controle de mercadorias britânicas para que produtos não autorizados entrem na República da Irlanda sem controle.

No entanto, Londres apresentou na quarta-feira, 21, um plano para alterar esses termos. Em comunicado, Johnson disse que que a situação está “insustentável” e que o bloco “deve levar a sério as considerações propostas”.

Em resposta, a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, afirmou nesta quinta-feira, 22, que não vai “renegociar” nenhuma parte do tratado e declarou ter conversado com o premiê britânico por telefone.

Leia também: “Parlamento Europeu oficializa Certificado Digital Covid-19”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site