Postos da Argentina limitam vendas de combustíveis

A escassez pode até mesmo afetar a colheita do país, afirma representante do setor
-Publicidade-
Escassez de combustíveis afeta o país
Escassez de combustíveis afeta o país | Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Os postos de combustíveis da Argentina começam a impor cotas de fornecimento aos consumidores. É o que informou Gabriel Bornoroni, presidente da Cecha, uma das maiores associações do setor do país.

“Há três meses, avisamos por todos os meios que isso ia acontecer”, disse Bornoroni ao jornal Clarín na segunda-feira 28. “Hoje nos postos que estamos operando com sistema de cotas, podemos vender 15 litros de diesel por cliente”. Ele afirma que a escassez afeta toda a cadeia produtiva do país e que até mesmo “o combustível para a colheita não está garantido”.

A defasagem nos preços praticados é um dos problemas. Segundo o setor, no caso da gasolina, por exemplo, a diferença chega a quase um terço. No mercado interno, as companhias fornecem os barris por cerca de US$ 60. Ao mesmo tempo, a cotação internacional está em cerca de US$ 110.

-Publicidade-

Desse modo, os postos de combustíveis da Argentina têm os menores preços, quando comparados aos dos países vizinhos. De maio de 2021 até fevereiro de 2022, as petroleiras argentinas mantiveram os preços congelados. De acordo com o Clarín, isso fez com que os consumidores ficassem com a sensação de que a gasolina estivesse “barata”.

Leia também: “Argentina: o eterno flerte com o suicídio”, reportagem de Luís Artur Nogueira para a Edição 68 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

  1. A Venezuela já foi para o vinagre, a Argentina é a próxima da lista. O Brasil com Lula fechará o trio do socialismo fracassado que segue o modelo cubano. A miséria e o socialismo são inseparáveis. Cuba é o exemplo eterno de uma ideia que nunca deu certo em lugar algum do mundo.

  2. Bolsonaro para Presidente!!! Está aí a prova do que os esquerdopatas vão fazer com o Brasil se o molusco for eleito. Só não podemos esquecer de eleger uma base forte para Bolsonaro no Congresso Nacional . Lembrem também de tirar os esquerdas dos Governos Estaduais

  3. Isso me lembra o bordão de alguns feirantes no Brasil: “Moça bonita não paga mas também não leva”! Os frentistas argentinos poderiam dizer algo do tipo: ‘Nossa gasolina custa pouco mas só pode levar um pouquinho’! (Problema mesmo será quando racionarem os alimentos …) E ainda temos, no Brasil, candidatos e simpatizantes que querem racionar (seletivamente) a liberdade de opinião, controle da mídia, etc.

  4. Combustível barato e faltando, irão culpar os empresários do setor por quererem “lucrar muito”: Isto seria o paraíso para para as políticas de dilma e lula.

  5. Está aí a prova de como os esquerdopatas fazem para baratear o preço dos combustíveis, da série: TÁ BOM MAS ACABOU!! E essa turma quer voltar ao poder aqui em nossa nação, cambada de ladrões.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.