Presidente da Argentina considera pedir ajuda ao FMI

Na campanha eleitoral, Alberto Fernández criticou a instituição financeira
-Publicidade-
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: REPRODUÇÃO/TWITTER
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: REPRODUÇÃO/TWITTER | O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: REPRODUÇÃO/TWITTER

Na campanha eleitoral, Alberto Fernández criticou a instituição financeira

presidente da argentina
O presidente da Argentina, Alberto Fernández
Foto: REPRODUÇÃO/TWITTER

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, estuda pedir um novo plano com o Fundo Monetário Internacional (FMI). É o que informou na terça-feira 28 o ministro da Economia Martín Gúzman. “Depois do processo de reestruturação da dívida com os credores privados, esperamos solicitar um novo programa do FMI, para substituir o anterior”, declarou Guzmán em entrevista à Bloomberg Television. “Isso vai ocorrer independentemente do que acontecer com os credores privados”, concluiu. Na campanha, Fernández criticou o FMI.

-Publicidade-

Leia também: ‘Estamos no limite’, afirma Alberto Fernández

Conforme noticiou Oeste, a dívida externa da Argentina é de US$ 65 bilhões (R$ 335 bilhões). Além disso, o país tem um débito de US$ 56 bilhões (cerca R$ 290 bilhões) negociado com o FMI pelo governo Macri, para tentar pagar as dívidas deixadas por Cristina Kirchner. Segundo Gúzman, os peronistas trabalham para aumentar a arrecadação e reduzir o déficit fiscal. Contudo, o cenário econômico não é um dos melhores. As medidas de isolamento social de Fernández e Cristina têm atrasado a recuperação econômica.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. A parcela do povo argentino que elegeu Fernandez o merece. Que paguem o preço do erro que cometeram: vão acabar de afundar o país.
    Ao final deste governo, se isso acontecer, a Argentina será a nova Venezuela.

  2. Um país cujo mais ídolo esportivo carrega ceg Guevara no peito, vc quer o que? Vota na esquerda que já tinha destruído a economia do país tendo a chapa vencedora como vice exatamente seu maior atraso, Cristina Kirchner. Pobre argentina.

    1. Me surpreende um povo tão politizado se deixar levar pela esquerda, mesmo sendo evidente que eles “cavaram a cova” e agora enterram a Argentina. Lamentável.

  3. Os peronistas trabalham para aumentar a arrecadação? Como assim? Com a destruição da estrutura do agronegócio, com a quebra da maior empresa do setor, somados ao lockdown à la OMS que destruiu o comercio e indústria local, inclusive muitos emigrando para os países vizinhos, o que esses fanáticos peronistas podem fazer para melhorar a arrecadação? É uma piada ou é mais uma fake news?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.