Presidente da Argentina estuda fechar fronteira com o Brasil

Governo peronista informa que os casos de coronavírus aumentaram
-Publicidade-
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Alberto Fernández/ Instagram
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Alberto Fernández/ Instagram

Governo peronista informa que os casos de coronavírus aumentaram

argentina
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Alberto Fernández/Instagram

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, avalia o fechamento da fronteira com o Brasil sob a alegação de aumento dos casos de coronavírus no país. “A questão do Brasil é acompanhada de perto. É provável que haja restrição nas fronteiras”, declarou ao jornal La Nación uma fonte do governo peronista, na segunda-feira 21. Contudo, uma medida menos drástica está sobre a mesa: a realização de testes em massa de modo a identificar contaminados que cruzam os dois países. Além disso, Fernández deve barrar os voos entre a Argentina e o Reino Unido. Isso porque o primeiro-ministro Boris Johnson anunciou que uma nova cepa do coronavírus foi identificada entre os britânicos.

-Publicidade-

Leia também: “O populismo pobre da Argentina”, reportagem publicada na Edição 30 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro