-Publicidade-

Presidente da Argentina estuda fechar fronteira com o Brasil

Governo peronista informa que os casos de coronavírus aumentaram
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Alberto Fernández/ Instagram
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Alberto Fernández/ Instagram | O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Alberto Fernández/ Instagram

Governo peronista informa que os casos de coronavírus aumentaram

argentina
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Alberto Fernández/Instagram

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, avalia o fechamento da fronteira com o Brasil sob a alegação de aumento dos casos de coronavírus no país. “A questão do Brasil é acompanhada de perto. É provável que haja restrição nas fronteiras”, declarou ao jornal La Nación uma fonte do governo peronista, na segunda-feira 21. Contudo, uma medida menos drástica está sobre a mesa: a realização de testes em massa de modo a identificar contaminados que cruzam os dois países. Além disso, Fernández deve barrar os voos entre a Argentina e o Reino Unido. Isso porque o primeiro-ministro Boris Johnson anunciou que uma nova cepa do coronavírus foi identificada entre os britânicos.

Leia também: “O populismo pobre da Argentina”, reportagem publicada na Edição 30 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

15 comentários

  1. Ótimo fechem as fronteiras com o Brasil, nós vivemos momentos difíceis,mas vcs atualmente juntomente com a Venezuela, são os piores países da América Latina.Fiquem longe do Brasil!!!! Não precisamos e nem queremos vcs.

  2. Argentinos vocês deviam se envergonhar desse sujeitinho metido a presidente. Onde estão os orgulhosos argentinos, inteligentes e ativos?
    Pelo visto se acovardaram.
    Lamentavelmente, a economia de vocês está tão ruim, mas tão ruim que fechar ou abrir não vai fazer diferença a ninguém.
    ACORDA ARGENTINA!!!
    Comunismo é pago com sangue e não mata a fome do povo, só dos politicos

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.