Presidente da Argentina não consegue aprovar o Orçamento e trava negociações com o FMI

Peronista sofreu derrota na Câmara dos Deputados
-Publicidade-
A recusa ocorreu diante da perda de força no Parlamento da coalizão governista Frente de Todos
A recusa ocorreu diante da perda de força no Parlamento da coalizão governista Frente de Todos | Foto: Reprodução/Flickr

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, sofreu uma derrota na Câmara dos Deputados. Na sexta-feira 17, a maioria dos parlamentares rejeitou o Projeto de Lei Orçamentária de 2022 enviada pelo governo federal.

Dessa forma, o Poder Executivo terá dificuldades para negociar a dívida bilionária que tem com o Fundo Monetário Internacional (FMI), além de viabilizar o plano de recuperação econômica pós-coronavírus.

A recusa ocorreu diante da perda de força no Parlamento da coalizão governista de esquerda Frente de Todos, contra a Juntos pela Mudança, liderada pelo ex-presidente Mauricio Macri, depois das eleições legislativas.

-Publicidade-

O texto do governo que foi rejeitado estimava uma inflação de 33% até 2022, quando os consultores econômicos calculam que ficará em torno de 52%. No acumulado do ano, a alta do custo de vida acumula 45,4%.

Conforme o governo, a medida precisava ser aprovada de modo a dar certezas ao FMI do “ordenamento das contas públicas”. O presidente da Argentina tenta renegociar um empréstimo de US$ 45 bilhões.

Fernández estuda agora se vai estender o Orçamento de 2021 por meio de um decreto ou se tentará aprovar um novo texto. Tudo indica que o governo terá de negociar com partidos de direita no Poder Legislativo.

Leia também: “Argentina: o eterno flerte com o suicídio”, reportagem publicada na Edição 68 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.