-Publicidade-

Presidente eleito da Bolívia agradece a Lula, Maduro e Cristina Kirchner

Luis Alberto Arce Catacora é aliado de Evo Morales
Luis Alberto Arce Catacora será o próximo presidente da Bolívia | Foto: Reprodução/Twitter
Luis Alberto Arce Catacora será o próximo presidente da Bolívia | Foto: Reprodução/Twitter | Luis Alberto Arce Catacora - presidente eleito da bolívia - esquerda

Luis Alberto Arce Catacora é aliado de Evo Morales

Luis Alberto Arce Catacora - presidente eleito da bolívia - esquerda
Luis Alberto Arce Catacora será o próximo presidente da Bolívia | Foto: Reprodução/Twitter

Presidente eleito da Bolívia, conforme admitido por seus opositores, o economista Luís Alberto Arce Catacora comemorou o resultado na tarde desta segunda-feira, 19. No ambiente virtual, ele aproveitou o momento para agradecer ao apoio vindo de políticos da esquerda de outros países da América do Sul.

Leia mais: “Trump teve 65 posts censurados contra nenhum de Biden”

O ex-presidente Lula foi um dos que Arce Catacora agradeceu publicamente. “Muito obrigado, companheiro Lula. O vencedor é o povo boliviano que recuperou a democracia e a esperança nas urnas”, afirmou o boliviano por meio do Twitter. Horas antes, o petista usou a mesma rede social para parabenizar a população da Bolívia, o colega eleito e Evo Morales, a quem definiu como “amigo.”

Ex-mandatária e atual vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner foi outra a ser marcada por Arce Cataroca em mensagem no Twitter. “Obrigado!”, enfatizou o presidente eleito da Bolívia. “Estamos muito felizes e mais unidos do que nunca. Venceu o povo boliviano que, em paz e tranquilidade, recuperou democraticamente a pátria”, alegou o aliado e ex-ministro da Economia de Morales.

Mensagem utilizada para festejar com Lula, o “muito obrigado” também apareceu em conteúdo direcionado ao ditador Nicolás Maduro, da Venezuela, que definiu que a Bolívia estava convivendo em um “golpe” desde que o “índio chefe do Sul” Morales deixou o poder, em novembro de 2019. “Com a sabedoria e a confiança do povo, recuperamos a democracia e a esperança”, destacou o político que comandará a Bolívia pelos próximos anos. Assim, deixou claro que o país voltará ao controle da esquerda.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

16 comentários

    1. Q nada, Pedro. Coitado uma ova! Com os vizinhos argentinos e venezuelanos em queda livre com a desgraça comunista, os caras votam nesses bandidos? Têm q se fuder mesmo! Sóespero q Bolsonaro feche as fronteiras, pois a Bolívia já é um país miserável, mas os bandidos torná-lo-ão pior ainda.

  1. Que bolivianos burricos! Ai que bolivianos burricos! Ai que bolivianos bur-ros! Depois não quero saber desses bhostas pedindo arrego quando fugirem da sanha deles não! DESGRAÇA!

  2. Confirma-se neles que é verdadeiro o provérbio: “O cão volta ao seu vômito” e ainda: “A porca lavada volta a revolver-se na lama”. (2 Pe 2:22)

  3. Assim como na Argentina, aqueles subdesenvolvidos não são coitados – a escolha é DELES. Como demonstrado em artigo recente da BBC, o dito “crescimento” da Bolívia nos últimos anos reflete dois fatores básicos:

    – é MUITO mais fácil crescer em níveis mais altos quando a base de comparação de desenvolvimento econômico é extremamente baixa; vide exemplos de países africanos recém-saídos de conflitos ou mesmo a China, cuja população rural continua miserável;

    – a exemplo da Venezuela na época chavista, a fantasiosa evolução da economia boliviana nos anos de Evo, tão celebrada pelos acéfalos da esquerda, decorre de populismo puro onde déficits crescentes são criados para que a pesada conta seja cobrada só lá na frente, quando a austeridade for finalmente necessária para sanear as contas do país;

    – o Brasil que se lixe para o que eles fazem, já que praticamente não precisamos mais do gás natural daquele país.

  4. O que creio ser pertinente comentar é que o aparelhamento comuna catequizando as instituições de ensino junto ao natural processo degenerativo que a humanidade está enfiada, garantiram o que acontece não só na Bolívia, mas no mundo INTEIRO!
    As pessoas ainda não perceberam que que tudo isso é cortina de fumaça, o gol é a submissão completa da humanidade, e isso estão conseguindo com absurda facilidade.
    Hoje, o que mais tem é demente com focinheira, sequer as pessoas entendem que usar essas focinheiras é questão de controle e submissão e não tem nada a ver com métodos profiláticos, até porque não é!
    Daí, eu pergunto: um povo que aceita praticar um ato equivalente a comer, defecar e comer o que defecou tem alguma salvação?
    A expiração é o defecar da respiração, e a obrigação de focinheira é simplesmente o mesmo que defecar e comer de novo o defecado!
    Preciso dizer que a próxima será o real defecar?
    Afinal irão concluir que os esgotos, as fossas septicas, são fonte de doenças, e aí, inventarâo uma forma de reciclar excremento para que todos comam.
    Se acham que exagero deixo o óbvio: Já é assumido que buraco de fezes é órgão sexual pela massa. Só que sexo É REPRODUÇÃO, e se buraco defezes é órgão sexual, gente e fezes é igual, ambos nascidos de “órgão sexual”!
    E nem preciso dizer que essa agenda misógina afirma para todos que as vaginas de nossas mães que nos pariram vale o mesmo que um ânus de um doente fecalopata, que sequer tem qualidade para ser o que é!
    Ninguém está percebendo o elefante branco no meio da sala, mas as formigas e baratas estão incomodando a todos!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês