Primeiro-ministro do Japão anuncia que vai deixar o cargo

Yoshihide Suga surpreendeu aliados
-Publicidade-
Suga, 72 anos, havia sinalizado que disputaria mais quatro anos no poder
Suga, 72 anos, havia sinalizado que disputaria mais quatro anos no poder | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, informou nesta sexta-feira, 3, que não buscará a reeleição, depois de um ano de mandato. A decisão foi anunciada durante reunião de emergência de líderes do Partido Liberal Democrático (PLD), legenda do chefe do Executivo. “É lamentável. Ele fez o seu melhor”, comunicou o secretário-geral da sigla, Toshihiro Nikai, em nota.

Suga, 72 anos, havia sinalizado que disputaria mais quatro anos no poder. As eleições gerais devem ser convocadas até o fim de outubro. Espera-se que o PLD permaneça no poder. A demissão de Suga ocorre em um momento em que os índices de aprovação de seu governo para lidar com a pandemia de coronavírus estão em seus níveis mais baixos: 31,8% apoiam as medidas.

Leia também: “A ditadura do capitalismo lacrador”, artigo de Rodrigo Constantino publicado na Edição 74 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro