Procurador de Haia visita Venezuela para apurar crimes contra humanidade

Ditadura de Nicolás Maduro é alvo de investigação preliminar sobre violações aos direitos humanos
-Publicidade-
Nicolás Maduro, ditador da Venezuela, está na mira do Tribunal Penal Internacional
Nicolás Maduro, ditador da Venezuela, está na mira do Tribunal Penal Internacional | Foto: Reprodução/Redes sociais

O procurador-geral do Tribunal Penal Internacional (TPI), o britânico Karim Khan, iniciou no domingo 31 uma visita de três dias à Venezuela, do ditador Nicolás Maduro. O país é alvo de uma investigação preliminar na Corte por crimes contra a humanidade.

Segundo a emissora estatal VTV, Khan foi ao país a convite do próprio Maduro, como parte de uma viagem pela América Latina — antes o procurador esteve na Colômbia. O representante do Tribunal de Haia foi recepcionado no aeroporto pelo ministro das Relações Exteriores, Félix Plasencia.

“Espera-se que o procurador Khan conheça em primeira mão o andamento das instituições do Estado e estabeleça um diálogo positivo de cooperação”, informou um integrante do alto escalão do governo, em declarações reproduzidas pela TV estatal.

-Publicidade-

O TIP abriu, em 2018, uma investigação preliminar sobre violações aos direitos humanos perpetradas pela ditadura venezuelana. O foco das investigações é a repressão violenta aos protestos contra o governo em 2017, nos quais mais de 100 manifestantes foram mortos.

Com informações da Agência France-Presse

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Esse vai buscar o suborno pessoalmente pra ficar de bico calado. O frango traficante venezuelano preso na Espanha já abriu o bico!! Eu não acredito nesse pessoal ” OMS, HAIA”.

  2. CLARO QUE NÃO VAI VER NADA!!! SE, REALMENTE QUISESSE VER, DEVERIA TER VINDO AO PAÍS COMO UM TURISTA ANÔNIMO E ANDAR PELAS RUAS DA CAPITAL E DO INTERIOR, CONVERSAR COM O POVO, TOMAR UM REFRESCO, IR ÀS FEIRAS
    LIVRES, VERIFICAR OS PREÇOS E OS PRODUTOS OFERECIDOS … APURAÇÃO PARA
    INGLÊS VER.

  3. Vão fazer igual a Cuba e Coréia do Norte.
    Um passeio com guardas “para a segurança do procurador pois existem pessoas antidemocráticas, inimigos do povo da venezuela a espreita”, vão visitar os locais mais bonitos e sem pobres, “aonde não falta comida e todos são felizes”.
    E fim.
    O cara não vai ver nada e nem falar com ninguém que o ditador não queira.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.