Protestos por prisão de Zuma na África do Sul têm 72 mortos e mais de mil detidos

Há relatos de saques ao comércio, depredação de veículos e roubos
-Publicidade-
Policiais sul-africanos já prenderam mais de mil pessoas em protestos violentos que se espalharam pelo país
Policiais sul-africanos já prenderam mais de mil pessoas em protestos violentos que se espalharam pelo país | Foto: Reprodução

A onda de violência que tomou conta da África do Sul desde o fim da semana passada já deixou 72 mortos e mais de mil presos, de acordo com a Radio France Internationale. As manifestações contra a detenção do ex-presidente Jacob Zuma tiveram início na sexta-feira 9, principalmente em KwaZulu-Natal, a província de origem do político. Os atos acabaram se espalhando pelo país.

Até terça-feira 13, além das 72 mortes registradas, as autoridades informavam que 1.234 pessoas haviam sido presas desde o início dos protestos. Há relatos de saques ao comércio, depredação de veículos e roubos. Os confrontos entre a polícia e os manifestantes têm se tornado mais violentos a cada dia.

Leia mais: “Ex-presidente da África do Sul é preso por corrupção”

-Publicidade-

Em meio à tensão política, a África do Sul vive um momento delicado com a pandemia de covid-19. O país enfrenta dificuldades para levar adiante a campanha de vacinação, com hospitais e postos de saúde sofrendo com a falta de imunizantes e medicamentos. O transporte público também não vem funcionando regularmente, levando caos às principais cidades sul-africanas.

Zuma

Na sexta-feira 9, Jacob Zuma ele se entregou à polícia e começou a cumprir sua pena de 15 meses de detenção. Ele foi afastado do poder acusado de corrupção em larga escala dentro do Partido Nacional do Congresso Africano.

O ex-presidente tinha status de herói nacional por ter lutado contra a política de apartheid ao lado de Nelson Mandela. Mas, segundo o The New York Times, já era acusado de corrupção antes mesmo de ser eleito. Segundo o atual presidente, Cyril Ramaphosa, no mandato de Zuma “dezenas de bilhões de dólares” foram desviados dos cofres públicos. Além disso, seu governo deixou a economia estagnada e altos índices de desemprego. Atualmente, o índice de desocupação no país é de 32%.

Leia também: “Polícia prende 27 em protestos após prisão de ex-presidente da África do Sul”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site