Província chinesa endurece medidas contra o coronavírus

Cidades isolaram ruas e determinaram que viajantes apresentem resultado de exame negativo da covid-19
-Publicidade-
Foto: Xinhua/Lee Sang-ho
Foto: Xinhua/Lee Sang-ho

Entre 21 de maio e 1º de junho, Guangzhou (antiga Cantão) relatou 48 novos casos confirmados do coronavírus causador da covid-19. A província é a mais populosa da China. As contaminações estão concentradas na capital provincial (41) e em Foshan (7) — os municípios isolaram ruas e determinaram que viajantes apresentem resultado de exame negativo da covid-19.

No dia 29 de maio, o distrito de Liwan, na capital de Guangzhou, já havia sido isolado depois que 20 moradores foram diagnosticados com a chamada variante indiana do vírus chinês.

-Publicidade-
Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site