Restrições na Itália aumentam para não vacinados

84% da população está completamente imunizada, mesmo assim, país quer exigir comprovante de vacinação
-Publicidade-
A partir do próximo mês, será exigido comprovante da vacina para frequentar bares e restaurantes
A partir do próximo mês, será exigido comprovante da vacina para frequentar bares e restaurantes | Foto: Divulgação/Flickr

As restrições na Itália vão aumentar para pessoas não vacinadas contra a covid-19, determinou na quarta-feira 24, o governo do primeiro-ministro Mario Draghi.

A partir de 6 de dezembro, será exigido comprovante de vacinação para o acesso a restaurantes em locais fechados, cinemas e eventos esportivos. Antes, bastava um teste negativo para entrar nesses ambientes.

A imunização também ficará obrigatória para servidores da segurança pública, militares e funcionários de escolas.

-Publicidade-

A covid-19 volta a preocupar a Itália, na esteira da alta de casos na Europa. No entanto, graças aos números da vacinação (84% da população maior de 12 anos), as mortes não subiram no mesmo ritmo.

Além disso, as restrições na Itália vão manter, entre outras coisas, a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados.

A União Europeia (UE) precisa adotar urgentemente medidas de combate à nova onda da Covid-19, alertou o Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças.

A agência europeia também pede um aumento do nível geral de vacinação no continente, especialmente nos países mais atrasados.

A terceira dose da vacina contra a covid-19 deverá ser aplicada em todos os adultos na Europa. A recomendação foi feita na quarta-feira, 24.

Em um relatório sobre o andamento da situação epidemiológica na UE, a agência informou que a aceleração do reforço vacinal pode reduzir o impacto da variante Delta entre os meses de dezembro e janeiro.

Quarta onda na Europa

A pandemia de covid-19 pode estar chegando à quarta onda. Essa foi a avaliação da diretora-geral-adjunta da Organização Mundial da Saúde, a brasileira Mariângela Simão.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Quem recebeu vacina está VACINADO. Talvez esteja Imunizado, talvez não.
    IMUNIZAÇÃO é resposta do organismo à vacina, ou ao contato com o agente patogênico.
    Assim, é Impreciso chamar de Imunizado quem tomou a vacina.
    Tanto assim que há 2a., 3a., 4a. Dose de vacina… p q a Imunização não se deu ou foi baixa ou decaiu no tempo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.