Réu de 100 anos é julgado por colaboração com governo nazista

Schuetz trabalhou como carcereiro no campo de concentração de Sachsenhause, ao norte de Berlim
-Publicidade-
Crianças sobreviventes em Auschwitz (1945)
Crianças sobreviventes em Auschwitz (1945) | Foto: Reprodução/Forças Militares Soviéticas

Com 100 anos de idade, Joseph Schuetz começou a ser julgado na quinta-feira 7 por sua colaboração com o morticínio promovido pelo governo nazista de Adolf Hitler, na Alemanha. O réu foi guarda prisional do campo de concentração de Sachsenhause, ao norte de Berlim, e é acusado de ser cúmplice do assassinato de 3.518 pessoas por fuzilamento ou nas câmaras de gás, entre 1942 e 1945.

Schuetz se tornou o homem mais velho a sentar-se no banco dos réus por envolvimento com o governo nazista. Ele chegou à audiência com ajuda de um andador, permaneceu com o rosto coberto e fez saber por seu advogado que não falaria no tribunal. Seu silêncio frustrou sobreviventes e parentes de vítimas que esperavam, ao menos, uma retratação.

“Diga: ‘Eu estava errado, estou envergonhado'”, comentou Antoine Grumbach, de 79 anos, descendente de uma das vítimas.

-Publicidade-

O vice-presidente do Conselho Internacional Auschwitz, Christoph Heubner, afirma que “esses julgamentos, enquanto processos de justiça tardia, estão ocorrendo agora porque o sistema judicial alemão negligenciou o julgamento de nazistas durante décadas e não via interesse em perseguir os autores desses crimes”. Dados do sistema judiciário alemão mostram que ainda existem cerca de oito casos iguais ao de Schuetz.

Leia também: “Polícia carioca procura pedófilo e acha grande coleção de objetos nazistas”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.