Round 6: homem que levou série à Coreia do Norte é condenado à morte

Outros também foram punidos
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Netflix
Foto: Divulgação/Netflix

A série Round 6 se tornou caso de polícia na Coreia do Norte. Um homem que contrabandeou e vendeu cópias da atração foi condenado à morte. Agentes da ditadura flagraram estudantes do ensino médio assistindo aos vídeos.

Vindo da China, o “contrabandista” levou as cópias da série para o país. Depois, vendeu pen drives que continham o arquivo da produção sul-coreana em vídeo. O homem será submetido a fuzilamento, segundo a Radio Free Asia.

Um dos estudantes que comprou o arquivo foi condenado à prisão perpétua. Outros seis, que apenas assistiram à Round 6, receberam uma sentença de cinco anos de trabalho forçado a mando da ditadura.

-Publicidade-

Além disso, a ditadura demitiu professores e administradores do colégio. O grupo será enviado para o exílio, a fim de trabalhar em minas que sustentam a economia do regime.

As punições marcam a primeira aplicação de uma legislação implementada no ano passado na Coreia do Norte, chamada Eliminação do Pensamento e Cultura Reacionários.

O dispositivo legal penaliza cidadãos que virem, portarem ou distribuírem conteúdos da mídia considerada capitalista pelo governo. O mecanismo é defendido pelo ditador do país, Kim Jong-un.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. A matéria original no RFA é ainda mais absurda. Chega a ser difícil acreditar, embora observando como a China funciona, seja plausível. Não tem nenhum nome mencionado, nem dos condenados. Depois das “armas de destruição em massa do Saddam”, é bom tomar cuidado.

    Ninguém é santo.

  2. Pela primeira vez vez na vida concordo c o ditador da Coreia do Norte aliás jamais vi uma produção tão absurda e fazer oque fazer c produtores dessa aberracao

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.