Rússia anuncia que vai abandonar a Estação Espacial

Decisão já teria sido tomada e foi motivada pelas sanções econômicas impostas ao país
-Publicidade-
Astronautas chegam à Estação Espacial Internacional na quarta-feira 27
Astronautas chegam à Estação Espacial Internacional na quarta-feira 27 | Foto: Reprodução/ NasaTV

A Rússia poderá deixar a Estação Espacial Internacional (ISS) por causa das sanções adotadas contra o país pela invasão à Ucrânia. A informação foi divulgada pelo chefe do programa espacial russo, o diretor-geral da Roscosmos, Dmitry Rogozin, em entrevista à TV estatal no sábado 30.

“A decisão já foi tomada, não somos obrigados a falar sobre isso publicamente”, disse. “Só posso dizer isso: de acordo com nossas obrigações, informaremos nossos parceiros sobre o fim de nosso trabalho na ISS com um ano de antecedência.”

Rogozin ameaçou no início deste mês encerrar a missão da Rússia, a menos que os EUA, União Europeia e o Canadá suspendam as sanções contra empresas envolvidas na indústria espacial russa.

-Publicidade-

A estação espacial de pesquisa orbital era, até a guerra, uma rara área de cooperação entre a Rússia e os EUA e seus aliados, apesar do constante agravamento das relações. Mas o isolamento internacional sem precedentes da Rússia desde que invadiu a Ucrânia em fevereiro marcou o fim desse símbolo de exploração espacial conjunta.

Três norte-americanos e um astronauta italiano atracaram na estação espacial na quarta-feira 27, juntando-se a outros três norte-americanos, três russos e um alemão que já estavam na ISS.

A Nasa, que planeja operar a estação espacial até 2030, continuou a usar a espaçonave russa Soyuz para transportar astronautas de e para a ISS desde a aposentadoria dos ônibus espaciais em 2011.

A agência espacial dos EUA agora está confiando mais em voos espaciais privados. A SpaceX, de Elon Musk, lançou quatro astronautas da Nasa e da Agência Espacial Europeia na quarta-feira.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Agora quem vai as cartas naquela estação espacial que, diga-se de passagem, já está perdendo sua validade, será mais uma vez o Elon Musk com seus foguetes reutilizáveis em substituição aos confiáveis cargueiros russos. Vamos ver no que vai dar isso aí.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.