Rússia confirma primeiros casos de nova variante e restringe viagens

Depois da identificação da nova cepa, os estrangeiros do sul da África estão impedidos de entrar no país
-Publicidade-
O país reforçou o controle para viajantes que passam pelo sul da África
O país reforçou o controle para viajantes que passam pelo sul da África | Foto: Denis Voronin/Moscow News

A Rússia confirmou nesta segunda-feira, 6, os primeiros casos da nova variante Ômicron. Os pacientes são duas pessoas que retornaram da África do Sul recentemente. Ambos foram hospitalizados, mas o governo não divulgou o estado de saúde deles.

Outras oito pessoas que tiveram contato com os infectados testaram negativo para covid-19, mas cumprem quarentena.

-Publicidade-

A agência de saúde pública da Rússia informou que dez pessoas que retornaram da África do Sul tiveram resultado positivo em exames para o vírus, mas a nova variante só foi detectada nessas duas pessoas.

Depois da identificação da nova cepa, a Rússia restringiu a entrada de viajantes vindos do sul da África. Além disso, os moradores que retornarem dessa região precisam ficar isolados por 14 dias.

A confirmação dos primeiros casos da Ômicron ocorre em um momento em que a Rússia ainda tenta conter o avanço da cepa Delta. Nas últimas 24 horas, foram registrados mais de 32 mil novos casos de covid e 1,1 mil mortes em decorrência da doença.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.