Rússia multa Telegram por descumprir ordem judicial

A plataforma se recusou a retirar conteúdos depois de uma determinação das autoridades do país
-Publicidade-
O Telegram foi multado em cerca de R$ 900 mil
O Telegram foi multado em cerca de R$ 900 mil | Foto: Reprodução/Pixabay

O aplicativo de mensagens Telegram foi multado pela Justiça da Rússia, na terça-feira 16, no valor total de 11 milhões de rublos (cerca de R$ 900 mil). A plataforma se recusou a retirar conteúdos depois de uma determinação das autoridades do país.

A primeira multa, de 4 milhões de rublos (R$ 330 mil) foi imposta pela recusa de eliminar um bot (robô) que difundia dados pessoais de militares russos que participaram da chamada “operação militar especial na Ucrânia”, segundo veiculou a agência de notícias Tass.

A mesma sentença destacou que o Telegram se negou, além disso, a retirar de seu serviço os canais que publicam “informação falsa” sobre as baixas das forças russas e convocam manifestações antigoverno.

-Publicidade-

Em outra decisão do mesmo tribunal, o Telegram foi condenado a pagar multa de 7 milhões de rublos (R$ 580 mil) pela negativa de eliminar um canal que, segundo o Ministério Público, publicava instruções para sabotar linhas ferroviárias na Rússia e em Belarus, para criar obstáculos para atrapalhar as operações na Ucrânia.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.