Rússia tem 41 mil novos casos, maior número em 20 meses

As autoridades atribuem o aumento à agressividade da variante delta e à baixa taxa de vacinação
-Publicidade-
A situação em dez das 85 regiões da Rússia piorou na última semana
A situação em dez das 85 regiões da Rússia piorou na última semana | Foto: Reprodução/Flickr

O número de casos diários de covid-19 na Rússia ultrapassou 41 mil nas últimas 24 horas, o maior desde o começo da pandemia, em março de 2020, de acordo com informações divulgadas no relatório das autoridades sanitárias.

Em 24 horas, foram cerca de 1,2 mil mortes pela doença, informou o centro operacional russo para combater o coronavírus.

O novo pico no número de infecções ocorre apenas um dia antes do final do período de férias pagas anunciado pelo governo na semana passada, em uma tentativa de conter a propagação da doença

-Publicidade-

Entretanto, a vice-primeira-ministra, Tatiana Golikova, reconheceu nesta sexta-feira 5, que a situação em dez das 85 regiões da Rússia piorou, apesar das medidas tomadas.

Em Moscou, principal foco da crise sanitária no país, as autoridades relataram 6,8 mil novos casos. Em São Petersburgo, a segunda maior cidade do país, foram relatados 3,1 mil casos

As autoridades atribuem o aumento à agressividade da variante delta e à baixa taxa de vacinação. Até o momento, segundo o governo russo, cerca de 43% da população completou o esquema vacinal.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.