Secretário da Otan descarta entrar na Ucrânia: ‘Não queremos uma guerra total’

Jens Stoltenberg disse que a Europa está enfrentando a possibilidade de ter um conflito por muitos anos
-Publicidade-
O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, durante pronunciamento em Bruxelas - 04/03/2022 | Foto: Reprodução/Otan/YouTube
O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, durante pronunciamento em Bruxelas - 04/03/2022 | Foto: Reprodução/Otan/YouTube

Jens Stoltenberg, secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), descartou nesta sexta-feira, 4, a possibilidade de a Otan enviar tropas para a Ucrânia, sob ataques de militares da Rússia há nove dias.

“Não podemos envolver mais países e tornar o conflito entre a Ucrânia e a Rússia uma guerra total”, afirmou Stoltenberg. “Nessa hipótese, haveria mais mortes de civis”, observou, ao defender ampliar sanções contra a Rússia.

Stoltenberg disse que a Otan entende o desespero da Ucrânia, mas, para mitigar a tensão, a estratégia é a diplomacia, segundo ele. “Estamos mantendo aberto o caminho diplomático, com a finalidade de terminar essa crise.”

-Publicidade-

O secretário-geral afirmou que o mundo não será mais o mesmo depois do que está ocorrendo na Ucrânia. De acordo com Stoltenberg, trata-se de um embate que envolve autoritarismo e democracia, em que apenas um vai prevalecer.

Stoltenberg ressaltou o envio de tropas militares para países-membros da Otan. “Estamos mais juntos que nunca”, garantiu. “Faremos tudo o que é preciso para defender cada centímetro do território que pertence à Otan.”

Nono dia de ataques na Ucrânia

Forças militares russas tomaram a maior usina nuclear da Europa na madrugada de hoje. A unidade fica em Zaporizhzhia, no sudeste da Ucrânia. Segundo a administração regional, houve um incêndio na unidade depois do ataque russo. Três soldados ucranianos foram mortos; o fogo já foi controlado. A Administração Militar Regional ucraniana informou que há danos em um reator, mas isso não afeta a segurança da unidade de energia nuclear.

Leia também: “A Ucrânia balança o mundo”, reportagem publicada na Edição 101 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.