Seleção da Croácia não vai se ajoelhar em protesto contra racismo na Eurocopa

Segundo a Federação Croata de Futebol, o gesto não teria representatividade no contexto da cultura e da tradição do país

-Publicidade-
Luka Modric é o principal jogador croata
Luka Modric é o principal jogador croata | Foto: Reprodução/Flickr

A Federação Croata de Futebol (HNS) anunciou ontem, quinta-feira 10, que os jogadores da seleção da Croácia não vão se ajoelhar em forma de protesto contra o racismo antes do início das partidas da Eurocopa, que começou nesta sexta-feira, 11.

Segundo o comunicado, os croatas reuniram-se e decidiram em conjunto não fazer parte da campanha, já que, segundo eles, o gesto não teria representatividade no contexto da cultura e da tradição do país localizado na Europa Oriental.

“A Federação Croata de Futebol e a seleção da Croácia condenam veementemente toda e qualquer forma de discriminação”, diz a nota. “Também respeitamos o direito de cada indivíduo e de cada organização de selecionar as circunstâncias e a maneira como se posicionará contra o racismo.”

-Publicidade-

Conforme a entidade, a decisão de não participar do protesto partiu dos atletas. “Os jogadores da seleção croata decidiram, antes do amistoso contra a Bélgica, que não iriam se ajoelhar”, informou. “Respeitosamente, permaneceram em silêncio durante a ação de seus colegas belgas”, acrescentou a NHS. A Bélgica adere à campanha contra o racismo.

A Croácia estreará na Eurocopa no próximo domingo, 13, contra a Inglaterra, no estádio de Wembley, em Londres. Os britânicos, comandados pelo técnico Gareth Southgate, ajoelharam-se nos dois amistosos que disputaram antes do início da competição.

O protesto contra o racismo

O gesto de se ajoelhar, a fim de promover protestos contra o racismo, foi inspirado no jogador de futebol norte-americano Colin Kaepernick, que, em 2016, se negou a ficar de pé durante a execução do hino dos Estados Unidos em um jogo da National Football League (NFL). A ação pretendia chamar a atenção para a suposta violência policial contra a população negra. Em 2019, o gesto foi adotado pelos jogadores de futebol do Campeonato Inglês.

Na Eurocopa, até o momento, Inglaterra, Escócia e Bélgica informaram que continuarão participando do protesto contra o racismo. Croácia e Hungria, por sua vez, devem seguir caminho oposto.

Leia também: “STF forma maioria para autorizar Copa América no Brasil”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários

  1. Croácia está localizada na Europa Meridional e faz sentido o seu time não se ajoelhar, deixando os gestos hipócritas para os astros do cinema.

  2. CASSETETES PRETOS IMPORTAM!

    TERIAM QUE SE AJOELHAR EM MEMÓRIA DAS MILHARES DE VÍTIMAS DA GUERRA, PARA QUE ESSE PAÍS PUDESSE SER DESMEMBRADO DA ANTIGA IUOGUSLÁVIA COMUNISTA E TER CHEGADO AONDE ESTÁ.

  3. Cumprimentos à Croácia. O respeito às diversidades raciais e à dignidade da pessoa humana prescinde dessas pantomimas grotescas, que mais se afeiçoam à lacração dos boquirrotos que pululam por aí, querendo posar de humanitários condoídos.

  4. Palhaçada “se ajoelhar” para o racismo. Eles precisam “respeitar ” outro ser humano. Fazer protestos contra atitudes racistas, homofóbicas, ok. Agora querer que a pessoa se “ajoelhe” para qualquer coisa, passou do ridículo.

  5. Rapaz, acho que se Hitler estivesse vivo hoje: condenaria o racismo e entraria para o grupo de colunista dessa revista digital aqui. Eita colunistas fraco do ensino primário. Vai induzir babacas assim lá na casa da vovozinha! Puts! 🤦🏾‍♂️

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro