Sem citar o Black Lives Matter, Biden usa invasão do Capitólio para atacar Trump

Ato completou um ano hoje
-Publicidade-
Biden se pronuncia em memória do ato de 6 de janeiro de 2021
Biden se pronuncia em memória do ato de 6 de janeiro de 2021 | Foto: Reprodulção/Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, instrumentalizou a invasão do Capitólio, que completa um ano hoje, para atacar Donald Trump. Em discurso nesta quinta-feira, 6, o democrata chamou o republicano de “perdedor” e “mentiroso”. Além disso, culpou unicamente apoiadores do republicano.

“Ameaçaram a vida da presidente da Câmara, queriam enforcar o vice-presidente dos EUA”, disse Biden, ao mencionar que os EUA foram salvos pela polícia e por “nós, o povo”. No ano passado, o Parlamento norte-americano se viu diante de uma grande manifestação contra supostas fraudes na eleição.

Apesar de o protesto ter sido a favor de Trump, Oeste noticiou que John Earle Sullivan, ativista do Black Lives Matter, foi apontado como um dos organizadores da invasão do Congresso. Uma semana antes de ser acusado, Sullivan admitiu que a invasão foi planejada em grupos na internet.

-Publicidade-

O fato não foi citado por Biden, que mencionou apenas a presença de apoiadores de Trump no local — em 6 de janeiro, o então-vice-presidente do país, Mike Pence, lia os votos do colégio eleitoral, de modo a certificar Biden. O ataque deixou cinco mortos e mais de 700 pessoas presas e indiciadas.

Em artigo publicado em Oeste, Ana Paula Henkel observou: “O ataque ao Capitólio foi grave, mas mostra apenas o sintoma de um Estado que alimenta pontos de ebulição em uma sociedade totalmente dividida e compartimentada, com setores extremos que retroalimentam o ódio pelo debate justo”.

Leia também: “O ataque”, artigo de Ana Paula Henkel publicado na Edição 42 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.