Revista Oeste - Eleições 2022

Sucesso mundial de Top Gun: Maverick tem participação da Embraer

Modelo fabricado pela empresa de origem brasileira foi utilizado em gravações aéreas no filme estrelado por Tom Cruise
-Publicidade-
Veterano ator Tom Cruise em cena do filme 'Top Gun: Maverick'
Veterano ator Tom Cruise em cena do filme 'Top Gun: Maverick' | Foto: Divulgação

Fundada no Brasil em 1969 e hoje presente em várias partes do mundo, a Embraer deu a sua colaboração para Top Gun: Maverick, um dos maiores sucessos de bilheteria do cinema neste ano. Um avião fabricado pela empresa foi o responsável por boa parte das filmagens aéreas do longa metragem estrelado por Tom Cruise.

O jato Phenom 300, fabricado pela Embraer, foi escolhido pela produtora Team5 Aerial Systems para filmagens aéreas. A produção conseguiu instalar uma câmera da alta resolução no “nariz” da aeronave e, assim, registrar imagens em 360º.

É da câmera instalada no Phenom 300 que saem as imagens de aproximação e decolagem do porta-aviões USS Abraham Lincoln, por exemplo. A Embraer compartilhou uma imagem do modelo usado na produção em suas redes sociais.

-Publicidade-

Para participar das filmagens, o avião da Embraer passou por algumas adaptações técnicas. Além de receber dois suportes de câmera de seis eixos, foi instalado um sistema de controle e estabilização compatível com modelos de ponta do cinema digital.

Êxito de bilheteria

Durante a última semana, Top Gun: Maverick ultrapassou os US$ 800 milhões (mais de R$ 4 bilhões) em bilheteria global, se tornando o filme de maior arrecadação na longa carreira do astro norte-americano Tom Cruise.

De acordo com a revista Variety, a sequência de Top Gun – Asas Indomáveis (1986) ultrapassou Missão: Impossível – Efeito Fallout (2018), que até então era o filme mais bem-sucedido do veterano ator de 59 anos, com com US$ 791 milhões arrecadados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Passei aqui só pra lembrar que o Biroliro quase vendeu a Embraer pra Boeing. Só não rolou porque a Boeing desistiu do negócio, não porque o Biroliro desistiu… Hahahaha

  2. Parabéns, Embraer! Muitos outros fabricantes de aeronaves gostariam de ter tido esse privilégio! Não por acaso, o Phenon 300 da Embraer é o jato da categoria leve mais vendido no mundo pelo 10º ano consecutivo!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.