Talibã proíbe aulas mistas em universidades do Afeganistão

Ministro da Educação do governo Talibã afirma que a medida está de acordo com a Sharia, a lei islâmica absoluta
-Publicidade-
Abdul Baqi Haqqani é ministro da Educação do governo Talibã
Abdul Baqi Haqqani é ministro da Educação do governo Talibã | Foto: Reprodução/Twitter

O Ministério da Educação do governo Talibã anunciou neste domingo, 29, a proibição de aulas mistas em universidades públicas e privadas do Afeganistão.

De acordo com a emissora afegã Tolo News, o grupo fundamentalista islâmico determinou que homens e mulheres sejam colocados em locais diferentes durante os períodos de ensino. “Eles continuarão a estudar em classes separadas, como a Sharia deseja”, declarou o ministro Abdul Baqi Haqqani.

A medida é anunciada uma semana depois de os talibãs proibirem aulas mistas na província de Herat, que até junho deste ano abrigou uma base militar da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) chefiada pela Itália.

-Publicidade-

Leia também: “Xi Jinping pede moderação ao Talibã”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

  1. Taí um excelente lugar para enviar toda a corja esquerdista! Em menos de 5 minutos, toda a variedade de vagabundos veria o que é receber o que mereceriam!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro