Terrorista islâmica é condenada a 30 anos de prisão na França

O crime ocorreu em 2016, quando extremista tinha 19 anos de idade
-Publicidade-
A terrorista Inès Madani
A terrorista Inès Madani | Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira, 17, a terrorista islâmica Inès Madani foi condenada a 30 anos de prisão por um atentado fracassado que tentou cometer na Catedral de Notre-Dame de Paris. O crime ocorreu em 2016, quando a extremista tinha 19 anos de idade.

Leia também: “Ataque terrorista em Burkina Faso deixa mais de 100 mortos”

-Publicidade-

Acompanhada de Ornella Gilligmann — uma cúmplice que foi condenada a 25 anos de detenção —, ela parou seu veículo, carregado com seis botijões de gás, próximo ao ponto turístico em 6 de setembro de 2016. O plano, que não teve êxito, era incendiá-lo para causar uma explosão. Inès foi presa em 8 de setembro do mesmo ano. Na data, a criminosa ainda tentou matar um policial.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site