Trump chama discurso de Biden sobre invasão do Capitólio de ‘teatro político’

Ex-presidente dos Estados Unidos disse ainda que o democrata fracassou totalmente em seu governo
-Publicidade-
Donald Trump rebateu as críticas do presidente Joe Biden
Donald Trump rebateu as críticas do presidente Joe Biden | Foto: Reprodução/Flickr

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump chamou o discurso de Joe Biden, atual governante do país, de teatro político. Nesta quinta-feira, 6, no dia do aniversário da invasão do Capitólio (centro legislativo norte-americano), o democrata chamou Trump de “perdedor” e “mentiroso”. Além disso, culpou os apoiadores do republicano pela ação.

Apesar de o protesto ter sido a favor de Trump, Oeste noticiou que John Earle Sullivan, ativista do Black Lives Matter, foi apontado como um dos organizadores da invasão do Congresso. Uma semana antes de ser acusado, Sullivan admitiu que a invasão foi planejada em grupos na internet.

Para Trump, o discurso do presidente só serviu como uma tentativa de dividir ainda mais os Estados Unidos. “Esse teatro político é apenas uma distração do fato de Biden ter fracassado totalmente em seu governo”, afirmou, em nota divulgada à imprensa.

-Publicidade-

No mesmo documento, o republicano criticou a incompetência do democrata em conter a crise migratória que assola o país. Além disso, classificou a saída do Exército norte-americano do Afeganistão, que aconteceu em agosto do ano passado, como “o dia mais vergonhoso da história”.

“Perdeu completamente o controle da covid-19, com recorde de números”, afirmou Trump. “Não é mais independente no setor energético, a inflação está galopante, nossos militares estão em caos.”

Trump disse ainda que Biden está destruindo a nação através das políticas de fronteiras abertas, eleições corruptas, mandatos inconstitucionais e fechamento de escolas.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Comentário sobre o insistente modus operandi do JR Guzzo ou quem quer que edite.

    Pela segunda vez sou ignorado e calado num comentário sobre funcionalismo público em que a matéria versa sobre funcionários públicos federais e eu me manifesto em favor dos menos favorecidos funcionários públicos estaduais.
    Considerando que a manchete da matéria fala em FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS sem discriminar a qualidade ou grau, e que, pela segunda vez sou calado diante dessa injustiça com o primo pobre estadual, faço questão de publicar aqui que: FUNCIONÁRIO PÚBLICO TEM UM CARÁTER ABRANGENTE E QUE NÃO TEM A VERDADE SALARIAL DO FUNCIONALISMO FEDERAL, RESPEITE O FUNCIONÁRIO PÚBLICO ESTADUAL QUE GANHA MUITO POUCO E FAZ MUITO MAIS DO QUE DEVERIA.

    1. Funcionários públicos que ganham muito em nível federal são os juízes, os promotores, ministros, diretores de estatais, deputados e correligionários a eles relacionados.
      O termo funcionário público diz respeito a quem exerce ainda que numa forma temporária (típico dos políticos) a função.
      Não é justo tipificar no mesmo termo numa manchete esses seres com o básico do funcionalismo público que sequer ganha 10 mil por mês.

  2. Biden é um fraco, como presidente e como político, abandonou dezenas de americanos a própria sorte na última guerra, fazendo o pior governo dos últimos anos na América.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.