Ucrânia acusa companhia aérea israelense de burlar sanções à Rússia

Na contramão das potências ocidentais, o país localizado no Oriente Médio manteve suas relações com Moscou
-Publicidade-
A companhia aérea El Al continua a operar voos na Rússia
A companhia aérea El Al continua a operar voos na Rússia | Foto: Divulgação/Air Ways Mag

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, disse nesta segunda-feira, 7, que a companhia aérea israelense El Al está burlando as sanções econômicas impostas à Rússia. A empresa continua a operar voos para o país comandado por Vladimir Putin.

Enquanto o mundo sanciona a Rússia por suas atrocidades bárbaras, alguns preferem ganhar dinheiro encharcado de sangue ucraniano”, criticou o chanceler, no Twitter. “El Al está aceitando pagamentos no sistema bancário russo Mir, projetado para evitar sanções. Imoral e um golpe nas relações ucraniana-israelenses.

A Mir é utilizada para pagamentos com cartão. No sábado 5, os bancos russos anunciaram a emissão de novos cartões de pagamento com o sistema chinês UnionPay, ligado à rede russa. A decisão foi anunciada depois de as empresas norte-americanas Visa e Mastercard suspenderem as operações no país.

Mais retaliações

Os Estados Unidos e a União Europeia avaliam a possibilidade de intensificar as sanções contra a Rússia, revelou o chefe da diplomacia norte-americana, Antony Blinken, no domingo 6. “Estamos em discussões ativas com nossos parceiros europeus sobre a proibição da importação de petróleo russo para nossos países, enquanto, é claro, mantemos um fornecimento global estável de petróleo”, disse Blinken, em entrevista à NBC.

Indagado se os Estados Unidos descartaram a proibição unilateral das importações de petróleo russo, Blinken respondeu que não. “Mas, em tudo que fazemos, a abordagem começa com a coordenação de aliados e parceiros”, salientou. O presidente Joe Biden está ciente da possibilidade de as potências ocidentais intensificarem as sanções contra Moscou, segundo o diplomata.

Leia também: “A Ucrânia resiste”, reportagem de Edilson Salgueiro publicada na Edição 102 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. O presidente ucraniano é judeu. Se Israel não está apoiando ele, é algo para se pensar e não é apenas pelo fato das relações econômicas entre Israel e Rússia, mas tem mais coisa aí que apenar um pequeno grupo tem acesso. Isso, desde o começo, tem um cheiro estranho. Não tem santo nessa guerra. Nunca tem.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.