Ucrânia e Rússia retomam negociações na Turquia

A reunião acontece no palácio Dolmabahce, com a presença do presidente turco, Tayyip Erdogan
-Publicidade-
O presidente turco abriu as negociações e pediu um cessar-fogo imediato na guerra
O presidente turco abriu as negociações e pediu um cessar-fogo imediato na guerra | Foto: Reprodução/Redes sociais

A nova rodada de negociações entre a Rússia e a Ucrânia já está em andamento nesta terça-feira, 29. A reunião ocorre no palácio presidencial Dolmabahce, em Istambul, na Turquia, com a presença do presidente Recep Tayyip Erdogan.

Em um discurso televisionado aos negociadores, Erdogan pediu um cessar-fogo imediato na guerra que começou no mês passado. Segundo a TV ucraniana, não houve aperto de mãos entre os negociadores no início da reunião.

Os diplomatas discutem garantias de segurança e um acordo de paz.

-Publicidade-

Pedidos “não realistas” da Rússia

O porta-voz da Presidência da Turquia, Ibrahim Kalin, disse a Becky Anderson, jornalista da CNN, que as exigências da Rússia para reconhecer a anexação da Crimeia e a independência da região de Donbas são “muito maximalistas” e “não realistas”.

“Essas são as linhas vermelhas para os ucranianos na Crimeia e Donbas, e com razão, porque dizem respeito diretamente à integridade e à soberania territorial da Ucrânia”, explicou o porta-voz. “Não reconhecemos a anexação da Crimeia, pois, como o resto do mundo, nem a China reconheceu a anexação da Crimeia. Os russos deveriam realmente apresentar outras ideias.”

Ucrânia contra-ataca tropas russas

Enquanto isso, forças ucranianas dizem realizar contra-ataques em regiões próximas à capital, Kiev. Além disso, a cidade de Irpin, a oeste da capital, estaria sob bombardeio, disse Vadym Denysenko, conselheiro do ministro do Interior da Ucrânia, em uma transmissão pela televisão.

“Na região de Kiev, depois da vila de Lukianivka, onde houve batalhas muito intensas há alguns dias, libertamos a região de Rudnytske”, disse. “Ou seja, estamos nos entrincheirando. Estamos começando a passar para certos contra-ataques.”

Na segunda-feira 28, as autoridades locais disseram que o subúrbio de Irpin, a oeste de Kiev, foi retomado pelas forças ucranianas.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

    1. Torço pelo fim da guerra que muitas vidas ceifaram,sem contar os prejuízos matérias causados.
      O mundo respirará aliviado com o fim desta guerra.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.