União Europeia suspende proibição de viagens para países do sul da África

Anúncio foi feito pelo governo da França, que exerce a presidência rotativa da UE
-Publicidade-
Ursula von der Leyen, presidente da Comissão da União Europeia
Ursula von der Leyen, presidente da Comissão da União Europeia | Foto: Gonçalo Delgado

Os países da União Europeia (UE) concordaram em suspender as restrições de viagens para os países do sul da África na segunda-feira 10. O anúncio foi feito pelo governo da França, que exerce a presidência rotativa da UE, em uma publicação do Twitter.

A decisão pode ter sido influenciada pela diminuição das mortes relacionadas à covid-19 registradas na África do Sul na semana passada. Apesar da suspensão, as pessoas que vão visitar as regiões devem apresentar um teste de PCR negativo antes de embarcar e fazer outro no máximo 72 horas antes do retorno.

A proibição das viagens para Botswana, Eswatini, Lesoto, Moçambique, Namíbia, África do Sul e Zimbabué tinha sido instituída pela União Europeia em novembro de 2021. Antes de a UE se manifestar, outros países, como Reino Unido e Estados Unidos, já tinham suspendido as proibições das viagens à África.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.