Variante não aumentou hospitalizações de idosos no Reino Unido

Informação foi revelada durante um encontro de consultores científicos do governo
-Publicidade-
Atualmente, mais de 70% da população do Reino Unido está totalmente imunizada
Atualmente, mais de 70% da população do Reino Unido está totalmente imunizada | Foto: PxHere

A onda de casos da variante Ômicron do coronavírus não levou a um aumento nas hospitalizações de idosos, como era esperado.

A informação foi divulgada por consultores científicos do governo do Reino Unido nesta quinta-feira, 20.

Apesar de haver mais casos nessa faixa etária, “o aumento de hospitalizações, que é previsto após o aumento observado nos casos em idosos, não foi visto até agora”, informou a ata da reunião do Grupo Consultivo Científico para Emergências realizada em 13 de janeiro.

-Publicidade-

Leia também: “A morte da Europa”, artigo de Brendan O’Neill, da Spiked, publicado na edição 90 da Revista Oeste

“Isto pode ser devido a níveis mais altos de proteção contra a hospitalização, a uma diminuição mais lenta da proteção vacinal ou ao impacto de comportamentos de precaução entre os mais vulneráveis e aqueles ao seu redor”, apontou o documento.

Governo anuncia fim das restrições

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou na quarta-feira 19 o fim das restrições impostas para controlar o avanço da Covid-19 na Inglaterra.

A partir da próxima semana, o uso de máscaras deixará de ser obrigatório em qualquer lugar e o home office também deixará de ser incentivado.

Atualmente, mais de 70% da população do Reino Unido está totalmente imunizada contra a covid-19.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.