-Publicidade-

Vaticano proíbe bênção a uniões homossexuais

A determinação foi aprovada pelo papa Francisco, de acordo com a Congregação para a Doutrina da Fé
Nascido Jorge Mario Bergoglio, Francisco é o 266º papa da Igreja Católica
Nascido Jorge Mario Bergoglio, Francisco é o 266º papa da Igreja Católica | Foto: Reprodução/Flickr

O Vaticano informou nesta segunda-feira, 15, que padres e outras autoridades da Igreja Católica não podem abençoar uniões entre pessoas do mesmo sexo. Segundo nota oficial divulgada pela Congregação para a Doutrina da Fé (CDF), um dos órgãos responsáveis por estabelecer diretrizes para os católicos, não é lícito abençoar uma relação ou parceria, ainda que estável, que envolve atividade sexual fora do casamento, “como é o caso de união entre pessoas do mesmo sexo”. O papa Francisco aprovou a recomendação, de acordo com a CDF. O escritório ortodoxo do Vaticano emitiu a determinação em resposta a dúvidas enviadas por paróquias sobre a concessão de tais bênçãos como um gesto de acolhimento de católicos gays, já que a Igreja não permite a união homoafetiva.

A resposta, contida em explicação de duas páginas publicada em sete idiomas, foi negativa. O Vaticano argumenta que os homossexuais devem ser tratados com dignidade e respeito, mas também que a prática sexual entre pessoas do mesmo sexo é “intrinsecamente desordenada”. O ensino católico determina, segundo o texto, “que o casamento entre um homem e uma mulher é parte do plano de Deus e tem como objetivo a criação de uma nova vida”. O documento conclui que, “como as uniões entre pessoas do mesmo sexo não têm a intenção de fazer parte desse plano”, elas não podem ser abençoadas pela Igreja.

Leia também: “Fiéis se aglomeram no Iraque para ver o papa Francisco”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.