Venezuela: Oposição conclui consulta popular, que rejeita Maduro

Com forte rejeição internacional e abstenção de 69%, partido de Maduro saiu vitorioso das eleições para o Parlamento
-Publicidade-

Com forte rejeição internacional e abstenção de 69%, partido de Maduro saiu vitorioso das eleições para o Parlamento

Nicolás Maduro
Ditador da Venezuela, Nicolás Maduro | Foto: Reprodução/Redes Sociais

A oposição ao ditador Nicolás Maduro concluiu neste sábado, 12, uma consulta popular para mostrar repúdio ao atual governo da Venezuela. Segundo partidos contrários ao chavista, quase 6,5 milhões de pessoas participaram.

-Publicidade-

Os cidadãos rechaçaram as eleições para o Congresso que ocorreram em 6 de dezembro. Os aliados do autoproclamado presidente-interino, Juan Guaidó, não participaram do pleito denunciando fraudes.

Leia mais: “A DEMOCRACIA ESTRANGULADA EM HONG KONG”, na edição desta semana da Revista Oeste

Com forte rejeição internacional e abstenção de 69%, o partido de Maduro saiu vitorioso e deve assumir o controle do Parlamento em 5 de janeiro. A Organização dos Estados Americanos (OEA) não reconhece o resultado eleitoral.

De acordo com a agência Reuters, a consulta, que começou virtualmente na segunda-feira 7 e terminou no sábado 12 com votação presencial, tem o objetivo de mostrar a força da oposição e reforçar seus laços com milhões de venezuelanos, inclusive os que vivem fora do país.

Organizadores relataram confrontos com a polícia e problemas com partidários de Maduro, que removeram do ar alguns sites da oposição para a votação informal.

Na última quinta-feira 10, Maduro criticou a iniciativa e disse que “nenhuma consulta na Internet tem estatuto constitucional”.

Blanca Marmol, uma ex-magistrada venezuelana que ajudou a organizar o pesquisa, disse em uma entrevista coletiva que “este é o último recurso que temos na Constituição”.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site