Viajantes da África do Sul testam positivo para covid-19 na Holanda

Pelo menos 61 pessoas foram infectadas pelo coronavírus; não se sabe quantos pegaram a variante Ômicron
-Publicidade-
Ômicron, nova variante do coronavírus, foi detectada na África do Sul
Ômicron, nova variante do coronavírus, foi detectada na África do Sul | Foto: Gerd Altmann/Divulgação/Pixabay

Vindos da África do Sul, 61 viajantes testaram positivo para a covid-19 ao chegar à Holanda. A informação foi confirmada na sexta-feira 26 pelas autoridades sanitárias do país europeu.

Até o momento, não se sabe se e quantas dessas pessoas foram infectadas pela nova variante do coronavírus, a Ômicron, detectada originalmente na África do Sul e que seria mais contagiosa que as anteriores.

Ao desembarcarem em território holandês, viajantes passaram horas em longas filas para realizar testes para covid-19. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Ômicron é considerada uma “variante de preocupação”.

-Publicidade-

“Estamos pesquisando se alguns dos casos são da nova variante de preocupação. Esperamos ter os resultados o mais breve possível”, informou a autoridade sanitária da Holanda.

O ministro da Saúde do país, Hugo de Jonge, anunciou que todos os viajantes que chegarem à Holanda terão de ser submetidos a testes e quarentena, por precaução.

O governo local proibiu todas as viagens aéreas cuja origem seja o sul da África. Apesar da medida, dois voos da KLM, com cerca de 600 passageiros, desembarcaram em Amsterdã.

A nova variante

Em menos de 25 dias, a África do Sul registrou mais casos da Ômicron do que a soma das cepas Delta e Beta em 50 dias. As informações se fundamentam no sequenciamento genético sobre o vírus realizado no país africano. De acordo com a publicação, já são 59 casos com essa mutação. Entretanto, outras fontes listam 79 análises.

O novo patógeno pode ter causado 90% dos 1,1 mil casos da covid-19 notificados no dia 24 na província de Gauteng, estimam as autoridades locais.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. A Revista globalista GlobOESTE quer que você tenha muito pero muito medo!! Tenha cuidado! BOBOcron pode estar esperando você dentro da geladeira escondido dentro de um sandwich de mortadela. Pelas dudas evite os sandwiches de mortadela!!

  2. A Revista globalista GlobOESTE diz na coluna do prestigioso Fláglobo Globatos que Viajantes da África do Sul testam positivo para covid-19 na Holanda. O viajantes se supo, eram agentes da tão temível agencia do mal KAOS ao mando do temível Sigfrid que tentaram entrar na Holanda a temível ARIANTE conhecida como BOBOcron que converte suas vitimas em BOBOzombies. Ante dita ameça, o Governo da Holanda não teve mais alternativa que deixar nas mãos da Agencia do Bem, Control e seu temível e Agente 86 Maxwell Smart e a 99 a difícil tarefa de enfrentar o KAOS!! Não perca as próximas aventuras do 86 + 99 perseguindo a temível variante BOBOcron

  3. Eu acho que essa nova variante é Francesa, só trocaram um pouco os nomes de Macron para Ô Micron!!! aliás penso que devem ter muito mais variantes pelo mundo a fora, a pior delas é o Vírus do Pânico, tem muita gente ganhando dinheiro com isso e eu apostaria nas grandes Fintechs Mundiais…

  4. Ainda vão colocar a culpa por essa variante da África em Jair Bolsonaro por ter vacinado todz a população brasileira, mas não deixando o resto do mundo se vacinar. A OMS já está colocando a culpa nos opuser que retiveram as vacinas para suas populações e não distribuíram para a África. Kkkkkkkkk

  5. E antes do anúncio dessa nova variante, quantos já passaram pela barreira sanitária da Holanda ou de outros países europeus? Ninguém sabe. Ouvi dizer que apareceram pessoas infectadas com essa variante Ômicron em Hong Kong! Olhem só a distância da África do Sul? Dá para desconfiar que isso já está circulando em todo mundo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.