Vladimir Putin tira Rússia de tratado de vigilância militar

Céus Abertos permitia voos de vigilância desarmados sobre os países-membros
-Publicidade-
Se depender de Putin, Rússia não voltará ao tratado Céus Abertos
Se depender de Putin, Rússia não voltará ao tratado Céus Abertos | Foto: Reprodução/Flickr

O presidente russo, Vladimir Putin, promulgou nesta segunda-feira, 7, uma lei que formaliza a saída da Rússia do tratado de vigilância militar Céus Abertos. Trata-se de um pacto que permite voos de vigilância desarmados sobre os países-membros.

A Rússia esperava que Putin e o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pudessem discutir o tratado quando se reunirem neste mês em cúpula em Genebra. O governo Biden, entretanto, informou a Moscou que não voltaria ao pacto — os ianques saíram do Céus Abertos durante o governo Donald Trump.

-Publicidade-

Autoridades russas disseram lamentar a decisão dos Estados Unidos de não voltar ao acordo, chamando-a de “erro político”. Os russos alertaram, ainda, que a medida não criaria atmosfera propícia para discussões sobre controle de armas na cúpula de Genebra.

Com informações da CNN Brasil

Leia também: “Alemanha suspende chegada de voos da Rússia”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site