Anitta: a nova aposta da esquerda para minar o agro brasileiro - Revista Oeste

Em 6 ago 2020, 15:30

Anitta: a nova aposta da esquerda para minar o agro brasileiro

6 ago 2020, 15:30

J. R. Guzzo

Publicado em O Estado de S. Paulo em 5/8/20

Anitta-agro-agronegocio

A cantora Anitta | Foto: Reprodução/ Wikimedia

As notícias mais recentes em torno da produção rural no Brasil vinham sendo uma dor de cabeça e tanto. Analistas em estado de aflição, que nunca viram uma enxada na vida mas são recebidos 24 horas por dia nos meios de comunicação para nos dizer o que está acontecendo no campo, diziam que agora sim a coisa tinha ficado realmente preta: grandes empresas multinacionais vão boicotar o agronegócio brasileiro, a qualquer momento, caso não recebam provas de sua inocência do crime de “destruição das florestas”. É o começo do fim, garantem. Logo em seguida, porém, os números que medem a vida no campo como ela é, e não como os entrevistados pela mídia imaginam que seja, revelam outras realidades. O Brasil já vendeu nos sete primeiros meses de 2020 o mesmo volume de grãos vendido em todo o ano de 2019. Mais: cerca de 50% da safra do ano que vem já está vendida antes mesmo de ser plantada.

O fim do agronegócio do Brasil, como se vê, não é para amanhã. Mas as mensagens que o público recebe vão no sentido contrário — o que recomenda, por razões do bom senso mais comum, que você aposte suas fichas na soja, no milho e no boi e deixe de lado as crenças de fim do mundo a curto prazo pregadas pelos pastores da virtude verde, ecológica e orgânica. No fundo, nem seria preciso ver muito número para concluir que o agro está mais do que salvo — basta ver um pouco quem está do lado contrário, e o que esse pessoal anda dizendo. O último craque escalado pelo time é a cantora Anitta, que, numa live [veja o vídeo logo abaixo] com um deputado de um “partido do campo progressista”, anuncia suas extraordinárias ideias sobre a questão agrícola brasileira.

Anitta informa que antes de falar “estudou” o assunto da “pecuária”; aparentemente, ela acredita que os conhecimentos que adquiriu durante esses estudos lhe dão autoridade para ensinar como as coisas realmente são. Pelo que deu para entender, a cantora está horrorizada com o fato de haver no Brasil mais cabeças de boi do que pessoas. (Imaginem se ela soubesse a quantidade de frangos; melhor não lhe dizer nada sobre isso.) Esses bois todos, segundo Anitta ouviu dizer, estariam poluindo o ar que a população respira, mesmo a milhares de quilômetros de distância, e bebendo água demais, entre outros delitos. Sua sugestão a respeito é fazer alguma lei para aumentar o preço da carne; assim as pessoas comeriam menos e haveria menos “consumismo” nas churrascarias. O deputado “de esquerda” ouve tudo com a cara de quem está numa aula magna na Universidade de Oxford.

Desse jeito vai ser difícil acabar com o agronegócio brasileiro.

Assista ao vídeo:

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

20 Comentários

  1. Só faltava essa!

    Responder
    • Por favor, digam que isso é um programa humorístico……e dos muito ruins.

      Não é possível uma pessoa só falar tanta asneira!!!!
      Pior é ter quem dá voz a isso!!

      Responder
  2. Impressionante é alguém dar ouvidos a uma besta que só sabe sacudir o trazeiro. O Molon não me surpreende, pois sempre foi um mau-caráter, capaz de explorar qualquer ruminante que possa lhe trazer algum dividendo político. A esquerda tá desesperada.

    Responder
    • Precisamente. E o Molón não é burro. É até esperto demais. Ele sabe perfeitamente que o que a Anitta fala é pura bobagem mas deixa continuar pois isso é favorável aos seus interesses. Falta de caráter mesmo.

      Responder
  3. A esquerda é patética mesmo!! Meus Deus do céu, que povo sem noção!!

    Responder
    • Mas numa coisa ela está absolutamente correta, o alimento que as vacas consomem daria para alimentar muitas pessoas. No caso dela, capim.

      Responder
  4. Percebam uma coisa: a esquerda só traz para discussão figuras conhecidas, símbolo da estupidez. Impressionante como a esquerda não têm nada para dizer; ela é incapaz de dizer algo q preste, mas apenas o discursinho fajuto antieconômico e social. O agronegócio brasileiro é um sucesso absoluto, verdadeiro show de produtividade e preservação. A razão desses imbecis falarem é q eles foram recrutados pelos chineses e ambientalistas para atacar o nosso agro, que está prestes a engolir os concorrentes mundiais e eles não poderão fazer nada, pois todos precisam comer.

    Responder
  5. Vou ensinar-lhes uma dica de ouro sobre ambientalistas: quem pode colaborar com seus conhecimentos no agronegócio são biólogos, engenheiros agrônomos/ambientais/florestais, zootecnistas, veterinários, jardineiros, pecuaristas, tratadores, técnicos do setor, agricultores, etc. Em suma, toda a cadeia produtiva. QUANDO O SUJEITO NÃO TEM FORMAÇÃO NENHUMA, NÃO SABE DE NADA, ELE SE AUTOINTITULA AMBIENTALISTA PARA RECEBER ATENÇÃO DOS TROUXAS. PERCEBERAM? ENTAO, MEU AMIGO, NÃO SEJA TROUXA, DESPREZE O QUE AMBIENTALISTA DIZ.

    Responder
  6. A mocinha é tão esclarecedora em matéria econômica e ambiental, como são Caetano Veloso, Chico Buarque, Gilberto Gil e outras figuras muito bem remuneradas pela pobre sociedade brasileira, para dar esses filosóficos palpites. Alguém entende Caetano Veloso quando filosofa a esse respeito?. Pois é, a ministra do STF Carmem Lúcia deve entender, porque o convidou para cantar o hino nacional quando tomou posse da presidência da Suprema Corte. Penso que, melhor será nosso mestre Guzzo e a revista oeste não perderem tempo com essa gente.

    Responder
  7. No vídeo, não sei o que impressiona mais: a burrice dela ou o cinismo dele balançando a cabeça!

    Responder
    • Cinismo total. Por dentro devia estar gargalhando.

      Responder
  8. Desculpe não assisti o vídeo, poupei meu estômago e meu cérebro.

    Responder
  9. Os próximos passos são ensinar o Barroso a rebolar e garantir uma vaga no plenário ao lado do Maia Nhonho. Triste Brasil, a luz no fim do túnel cada vez mais distante, exatamente como eles querem.

    Responder
  10. Acho correto a esquerda dar atenção à Anitta quando o assunto é o Agro. Afinal não sobrou mais voz nenhuma para defender o indefensável. Apenas uma pessoa com pouca cognição é capaz de defender teses tão esdrúxulas, antagônicas e falsas que o progressismo insiste em implantar. A própria realidade é contra o que eles pregam. Como pessoas sérias e cultas não dão atenção a eles, têm que se aproveitar destes tipos de seres que ao menos são conhecidos pela população. A mídia progressista que deu notoriedade a essas pessoas agora cobra o preço jogando a imagem dessas pessoas no lixo do ridículo. Será eternamente famosa por seus posicionamentos ridículos e suas opiniões imbecis acerca de qualquer assunto.

    Responder
  11. Se ela se alimenta de capim, dou-lhe toda a minha solidariedade Poderá mesmo para ela. Veja que tipo de pessoa é referência para a juventude. Estás “fodido”, pobre Brasil!

    Responder
  12. Meu Deus, a esquerda realmente acabou.

    Responder
  13. Como alguem ainda da midia para essa mulher ela e patetica nem falar o portugues correto ela sabe e quem gosta das musica dessa doida e desprovido de cerebro pq nao encontro outra resposta para esse ser fazer sucesso com essas musicas horriveis.

    Responder
  14. Depois nos ridicularizam no exterior.
    Assisti esses dias uma LIVE sobre racismo, onde uma morena, vivendo na Inglaterra, se queixava de que era vista como prostituta.
    Ela não falou que o Brasil vende (e parte das mulheres) no carnaval, nas propagandas, nas novelas, mulheres peladas o tempo todo.
    Elas andam o tempo todo de ‘B…’ de fora e quando chegam na Europa, querem ser respeitadas… Esta Anitta é um bom exemplo.
    Colhem o que plantam. Simples assim.
    Falta cérebro, sobra …

    Responder
  15. Quanta ignorância. Ela ouviu o galo cantar e diz que a galinha botou ovo.

    Responder
  16. Inacreditável. Eu não sei o que essa senhora faz (atriz ou cantora?) mas, a julgar pela quantidade bobagens que ela falou, dá para imaginar o que ela come…

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Coronavírus

Revista Oeste — Edição 27 — 25/09/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês