O mundo pós-coronavírus - Revista Oeste

Em 1 abr 2020, 01:34

O mundo pós-coronavírus

1 abr 2020, 01:34

A tecnologia disruptiva tem sido a grande aliada de todos na hora de superar a crise e sua ruptura com os padrões mostra que novos métodos vieram para ficar

Foto: PxHere

A adoção de medidas restritivas de isolamento social durante uma pandemia, como a causada atualmente pelo novo coronavírus, nos faz criar várias novas formas tecnológicas de trabalho e de relacionamento com as pessoas, e muitas dessas vão continuar sendo usadas no mundo pós-covid.

Conhecida como tecnologia disruptiva ou inovação disruptiva o termo descreve a inovação tecnológica, produto, ou serviço, com características que provocam uma ruptura com os padrões, modelos ou tecnologias já estabelecidos no mercado.

Um artigo do The New Yorker mostra que a Estônia, por exemplo, tem a economia do país inteiramente ligada à tecnologia: seu governo é digital e a maioria dos serviços por lá podem ser oferecidos virtualmente.

Um mapeamento feito pela consultoria Connecting mostra alguns exemplos:

1 – Transformação Digital:

Muitas empresas (até as mais tradicionais e resistentes) tiveram que se adaptar para o ambiente digital para não sucumbirem em meio a crise. Passaram a investir em presença e marketing digital e negócios on-line. A pandemia será temporária, mas a transformação digital não, por isso, esta deve ser uma tendência que veio para ficar.

2- Home Office:

Muitas empresas adotaram o home office como medida emergencial para impedir que a doença se dissemine ainda mais rapidamente. De acordo com o consultor Enéas Pereira várias empresas  registraram aumento na produtividade neste período de quarentena. Com isso, muitas  passarão a enxergar o home office com outros olhos e considerar a adoção da modalidade de trabalho definitivamente. Por tanto, fique de olho e aprenda a trabalhar remotamente.

3- E-commerce

Com as pessoas em casa, as compras on-line e as entregas ganharam força e relevância. Quem antes resistia às compras via internet percebeu que em meio à crise essa se tornou a única solução. Com a comodidade, segurança e benefícios deste tipo de negócio as pessoas vão passar a adotar o metódo. Além disso, as empresas que começaram a oferecer o serviço em meio a pandemia devem continuar no mundo pós-covid.

4 – Telemedicina 

Como foi noticiado por Oeste, o Senado aprovou na terça-feira, 31, um projeto autorizando o uso da telemedicina durante a pandemia da covid-19 no Brasil. Com isso, médicos poderão realizar consultas à distância enquanto durar a crise do novo coronavírus. Parece algo futurista, mas o método tem ajudado os médicos no acompanhamento dos pacientes. Tem sido usada também em terapias para amenizar o medo e a ansiedade geradas por estes momentos de incertezas. Outra novidade é que os profissionais poderão emitir receitas médicas via Internet, o que antes não era permitido.

5 – Pagamentos On-line

Com o isolamento em casa, os pagamentos on-line ganharam força. Os bancos tradicionais que antes nos obrigavam comparecer à agência bancária aumentaram seus limites de transferências e pagamentos. Bancos digitais como Nubank e Original têm se movimentado e reforçado suas soluções de pagamento digital, para minimizar os prejuízos e garantir a segurança nas movimentações financeiras. Além disso, restaurantes que antes aceitavam apenas dinheiro físico passaram a adotar o método durante a crise. Cada vez mais esses serviços ganham comodidade e mostram que vieram para ficar.

Diante disso, apesar de sofrer os efeitos da pandemia global, o setor de tecnologia pode emergir da crise como uma força de ajuda ainda maior em nossas vidas.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias