O pecado do banhista solitário - Revista Oeste

Revista

O pecado do banhista solitário
Pelas novas regras de empatia, sorriso só é permitido no pombal do Zoom. Você já tinha notado que para eles empatia é empatar a vida alheia
24 jul 2020, 08:05

Um rapaz andando na praia de Copacabana foi cercado por vários homens armados, imobilizado e atingido com uma arma de choque. Não era um assalto. Eram agentes de segurança pública fingindo combater uma epidemia. Muito perto dali, na mesma hora, vários ônibus circulavam cheios, com janelas fechadas e presença de passageiros sem máscara, assim como o banhista atacado. O coronavírus achou a ação dos guardas cariocas perfeita.

Em nota oficial, a assessoria da covid-19 parabenizou os boçais do Crivella e do Witzel, que apesar de enrolado no Covidão e com a polícia nos calcanhares ainda arranja tempo para mandar bater no cidadão. São muito dinâmicos, esses homens públicos de hoje.

A nota da covid recomenda que os agentes de segurança brasileiros continuem assim, atacando pessoas isoladas ao ar livre e especialmente sob o sol, já que nesse ambiente o coronavírus não tem muito que fazer. O estado-maior da epidemia elogiou a vista grossa de governadores e prefeitos com as aglomerações em transportes públicos — agradecendo a parceria em prol do contágio livre e democrático.

Gente ferrada se espremendo para ir trabalhar não incomoda. O que incomoda mesmo é a liberdade

Uns boçais fardados também fizeram história invadindo o quarto de uma bailarina, em Santa Catarina. Ela estava recebendo amigos em casa, o que justifica o arrombamento da sua porta em qualquer ditadura que se preze. Os humanistas de plantão estão de férias e não veem nada disso. Todos aninhados direitinho em seus confinamentos vip, engajados no compartilhamento remoto de música, poesia e filosofia a 1,99 (a tecnologia barateou muito o ser humano) e sem nenhuma janelinha aberta para a paisagem incômoda dos ônibus lotados.

O que os olhos não veem, o coração não mente.

Hoje em dia, os humanistas de Zoom só têm olhos para dedurar banhista e boêmio. Gente ferrada se espremendo para ir trabalhar não incomoda. O que incomoda mesmo é a liberdade. Isso eles não toleram. Tome um gole de chope na calçada ou dê um mergulho no mar para ver o que é bom. Eles vão fotografar você — e expor o pecado mortal da sua cara limpa. Pelas novas regras de empatia, sorriso só é permitido no pombal do Zoom. Você já tinha notado que para eles empatia é empatar a vida alheia.

Nunca mais será ético viver enquanto houver alguém podendo morrer

O Flamengo foi jogar no Maracanã e virou escândalo. Segundo a patrulha viral, com total apoio do estado-maior epidêmico, o time que leva alegria e colore a vida do maior número de pessoas no país estava pondo vidas em risco. O clube respondeu apresentando seu protocolo completo de segurança sanitária, com todos os atletas devidamente testados e evidenciando que aquele grupo era, na verdade, um modelo de conduta social na epidemia.

Mas a brigada corona nem ouviu. Ela não tem tempo para protocolo, só para slogan. E alegou que o jogo do Flamengo no Maracanã “desrespeitava” os pacientes do hospital de campanha no mesmo bairro. Ainda não entendeu a lógica? Explicamos para você: nunca mais será ético viver enquanto houver alguém podendo morrer.

Aí o campeonato de São Paulo começou e o escândalo não se repetiu. Mistério. Será que a vacina chinesa já está funcionando e o perigo passou? Por que o Corinthians jogar com o Palmeiras não é pecado, se até a semana retrasada o Flamengo era o vilão da falta de empatia? Será que o pecado do Flamengo foi ignorar os porta-vozes da covid?

Vamos esperar para ver se sai uma nota oficial do estado-maior epidêmico esclarecendo tudo.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

29 Comentários

  1. É a canalhice da hipocrisia de mãos dadas com o autoritarismo que nos conduz nesse dias. Covardes!!!

    Responder
    • Exatamente .

      Responder
  2. Excelente, Fiuza. Acredito que o maior aprendizado durante essa pandemia foi reconhecer o valor da liberdade. Infelizmente, ela foi extremamente relativizada, brutalizada e jogada na sarjeta por políticos inescrupulosos. Só que não adianta aprender sobre liberdade e, assim que chegarem as próximas eleições (municipais), brindar seus vilipendiadores com uma reeleição.

    Sujeitos como Bruno Covas (SP), Alexandre Kalil (BH), Crivella (RJ) não podem continuar comandando as principais capitais do país (isso vale também para os prefeitos que atuaram dessa forma nos mais longínquos interiores). No mesmo sentido, NÃO se pode eleger os politiqueiros de plantão que engrossaram o coro do #FiqueEmCasa e que vão tentar uma vaga à frente do Executivo municipal ou do legislativo. O voto para vereador, talvez até o mais importante, deve ser feito com EXTREMA cautela, pois estes mesmos, caso mal escolhidos, podem f#$% seu município lá na frente.

    A resposta para todo esse autoritarismo e a seita do #FiqueEmCasa deve ser feita nos dias 15 e 29 de novembro de 2020. Não jogue seu voto na lata do lixo.

    Responder
    • Excelente matéria!

      Responder
  3. Quando temos jornalistas que pensam como a maioria do povo brasileiro, sei que temos chances de ser uma nação totalmente livre e democrática.

    Responder
  4. A maioria silenciosa do povo brasileiro já está dando o seu recado aos políticos vigaristas e aos membros da seita do covidão como demonstrado nos resultados recentes das pesquisas do Instituto Paraná !

    Responder
  5. Ótimo artigo, como sempre.
    Faço minhas as observações feitas pelo leitor Patrick Oberholzer: a pesquisa do Instituto Paraná já mostra que a maioria do povo brasileiro já deu o seu recado aos políticos oportunistas.
    Parabéns , Fiuza !

    Responder
    • Parabéns grande Fiuza!É sempre uma delícia ler os seus textos!!OBRIGADO.

      Responder
    • Obrigada Fiuza pela lucidez!! Vocês da revista Oeste nos dão esperança de que o mundo não está totalmente de cabeça pra baixo!!

      Responder
      • Um texto simplesmente excelente, acredito que o povo brasileiro acordou, e vamos mostrar isso nas próximas eleições.

        Responder
  6. Texto perfeito como todos os teus, Fiuza. Me sinto representada e o grito preso pela mordaça do que se esta vendo se faz ecoar com as tuas palavras.Obrigada por gritar pelos bons que estão amordaçados.

    Responder
  7. É…se você não tem voto para se eleger nada mais prático que encontrar formas (vale tudo) de fragilizar ou mesmo destruir seus inimigos. Como a preguiça faz parte da ideologia dos chamados “progressistas” que viram suas contas bancárias emagrecer, lhes resta, não lutar para serem melhores (precisa de esforço) mas transformar seus adversários em menores. Aí não vale ter pudor 😒

    Responder
  8. Excelente Fiuza….Nota 10…

    Responder
  9. É revoltante, e o pior é não poder fazer nada. A unica alternativa é tirar todos os amiguinhos do Covid da politica, e se Deus quiser o brasileiro vai se livrar de vários políticos virais nesta eleição.

    Responder
  10. Fiúza, o arqueiro certeiro na mosca da hipocrisia.Como se já não bastasse o sofrimento para a população do estado do Rio de Janeiro.

    Responder
  11. O crime do Flamengo foi quebrar o caixa daquele que bancava o jogo. Esse pessoal, que ganha dinheiro com notícia ruim, não gostou.
    Essa mídia funerária se associou ao governador do vírus, para atacar, sem limites e sem escrúpulos, quem tenta salvar o povo do constrangimento de só ter álcool em gel para comer.
    Atacar covardemente banhistas e mulheres é coisa da polícia dos que lucram com a pandemia.

    Responder
    • Perfeito!!!!

      Responder
  12. Adoro o sarcasmo com muita inteligência! Grande Guilherme Fiúza!

    Responder
  13. Sempre genial, parabéns Guilherme Fiuza.

    Responder
  14. Parabéns! Como sempre, perfeito!

    Responder
  15. Fiuza, seu texto e os comentários traduzem o que os brasileiros de bem, e os pagadores de impostos, pensam. Temos que votar melhor para extirpar essa camarilha do poder.

    Responder
  16. Se a tropa do covid tivesse colocado o pé no pescoço do banhista rebelde talvez a mídia covidão desse destaque. Mas o perfil do cidadão não encaixa com o discurso pronto. Segue o jogo e hoje estão fazendo plantão na Vila Madalena, caçando boêmios vespertinos.

    Responder
  17. O pior das críticas ao Flamengo é que elas vieram de muitos canais de esporte. Eu vi na ESPN o próprio Zé Elias fazendo o coro dos inconformados em ver o Flamengo jogar no Maracanã.
    Alguns estão aproveitando para tentar desqualificar as pessoas e/ou instituições que elas invejam, mas não tem coragem de assumir. Aí o caminho é apontar o dedo inquisidor acusando os outros de irresponsáveis por tentarem ser felizes.

    Responder
  18. Excelente Fiúza. Pelo mesmo motivo fui favorável a conduta do desembargador que todos criticam e reprovam. O fato é que esses bandidos fardados quando se veem frente a frente com uma autoridade ficam acovardados e se vitimizam dizendo que foram humilhados. Se tivesse sido um pobre mortal, de preferência um idoso, agrediriam, algemariam e levariam preso como fizeram com um idoso em Boa Viagem – Recife. E,também, com uma mulher em Araraquara. São grosseiros, violentos e autoritários.

    Responder
  19. Se você for assaltado só não entregue a máscara, porque mais alguns passos e você pode apanhar também da polícia.

    Responder
  20. Somos contemplados lendo seus textos, consegue expressar tudo o que sentimos de forma perspicaz e certeira na mira dos hipócritas de plantão!

    Responder
  21. Hipocrisia e má-fé assolam o país. Devo confessar que estou muito assustada com o caminhar dos desmandos que somos obrigados a testemunhar.

    Responder
  22. Sempre cristalino! Parabéns

    Responder
  23. Adoro o sarcasmo e a inteligência do Fiuza. Parabéns pelo texto e à Revista Oeste pela escolha bastante criteriosa e coesa de seus colunistas!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OESTE NOTÍCIAS

R$ 19,90 por mês