-Publicidade-

Anvisa do Reino Unido diz que não comprometerá segurança por vacina

Após aprovação, primeiro-ministro Boris Johnson diz que ficaria muito feliz em tomar, ele mesmo, o imunizante
Autoridades de Saúde do Reino Unido | Foto: No 10 Downing Street
Autoridades de Saúde do Reino Unido | Foto: No 10 Downing Street

Primeiro-ministro Boris Johnson diz que ficaria muito feliz em tomar, ele mesmo, o imunizante, após aprovação

Reino Unido
Autoridades de saúde do Reino Unido | Foto: No 10 Downing Street

A agência reguladora de medicamentos do Reino Unido afirmou nesta quarta-feira, 11, que não vai comprometer a segurança ao decidir se aprova ou não uma vacina contra a covid-19.

A presidente-executiva da agência reguladora de medicamentos e produtos de saúde, June Raine, disse que a segurança é seu lema.

Leia mais: “China expulsa deputados pró-democracia de Hong Kong”

O Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização do Reino Unido divulgou que a primeira fase de vacinação se concentraria nas pessoas mais velhas, que estão sob maior risco.

O porta-voz oficial do primeiro-ministro Boris Johnson reforçou que “todas as vacinas que forem determinadas para uso passarão por uma série de verificações de segurança rigorosas e serão absolutamente seguras para o público usar”.

Ele disse, inclusive, que Johnson ficaria muito feliz em tomar, ele mesmo, a vacina.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês